Purificação e caracterização de uma peptidase de sementes de Caesalpinia echinata Lam. (pau-brasil)

Purificação e caracterização de uma peptidase de sementes de Caesalpinia echinata Lam. (pau-brasil)

Título alternativo Purification and characterization of a peptidase from Caesalpinia echinata Lam. (pau-brasil) seeds
Autor Praxedes-Garcia, Priscila Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Araujo, Mariana da Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Ciências Biológicas (Biologia Molecular) – São Paulo
Resumo Sementes de Caesalpinia echinata contem grande quantidade de proteinas incluindo enzimas e inibidores; mas, ate o momento pouco se sabia da composicao e atividade de peptidases nessas sementes. Nosso grupo ja purificou e caracterizou inibidores de calicreina plasmatica humana (CeKI), elastase (CeEI) e catepsina B (CeCBI) presentes nas sementes de Caesalpinia echinata. Depois dos inibidores, nos interessamos em estudar as peptidases. As proteinas das sementes foram extraidas em tampao Tris 0,02 M pH 7,5. A peptidase foi purificada do extrato por cromatografias de troca ionica, filtracao em gel e interacao hidrofobica. Alguns substratos cromogenicos foram testados e essa enzima apresentou alta atividade na hidrolise de H-D-Pro-Phe-Arg-pNan (Km = 55,7 μM, Vmax = 0,319 μmol min-1 mg proteina-1) e Bz- Ile-Glu-Gly-Arg-pNan (Km = 297 μM, Vmax = 0,544 μmol min-1 mg proteina-1). A enzima foi inativada por inibidores de serino-endopeptidases do tipo da tripsina (TLCK e benzamidina), mas nao por inibidores de cisteino (E64), metalo (EDTA) e aspartilendopeptidases (pepstatina A). A peptidase apresentou pH otimo entre 7,1 e 9,2, e se manteve estavel entre 30 e 45oC, por 30 min, perdendo totalmente a atividade acima de 55oC. As caracteristicas da enzima purificada permitem a classifica-la como uma serino-endopeptidase
Palavra-chave Caesalpinia
Fabaceae
Peptídeo Hidrolases
Idioma Português
Data de publicação 2008
Publicado em PRAXEDES-GARCIA, Priscila. Purificação e caracterização de uma peptidase de sementes de Caesalpinia echinata Lam. (pau-brasil). 2008. 104 f. Dissertação (Mestrado) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2008.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 70 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22525

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-13719.pdf
Tamanho: 933.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta