Efeitos do treino aeróbio em pacientes com espondilite anquilosante

Efeitos do treino aeróbio em pacientes com espondilite anquilosante

Título alternativo Efects of aerobic training in patients with Ankylosing Spondylitis: a randomised controlled trial
Autor Jennings, Fábio Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Natour, Jamil Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: A espondilite anquilosante (EA) e uma doenca inflamatoria sistemica que afeta principalmente o esqueleto axial e compromete a capacidade fisica global dos pacientes. Apesar dos exercicios fisicos serem parte fundamental do tratamento, faltam estudos sobre os efeitos de programas especificos e sobre os mecanismos pelos quais os exercicios determinam a melhora clinica dos pacientes com EA. Objetivos: O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos do exercicio aerobio na capacidade funcional, na mobilidade, na atividade de doenca, na qualidade de vida, na capacidade aerobia, nos niveis lipidicos e nos niveis plasmatico de citocinas (TNF-α, IL-10, IL-6 e IL-1β), em pacientes com EA. Material e Metodos: Foram incluidos 70 pacientes classificados como EA pelos criterios modificados de Nova Iorque e com medicacao de base estavel. Os pacientes foram randomizados em dois grupos. O grupo-intervencao (GI) realizava 50 minutos de caminhada na frequencia cardiaca do limiar anaerobio, seguida de alongamentos, tres vezes por semana, por 12 semanas. O grupo-controle (GC) realizava somente os exercicios de alongamento, tres vezes por semana, por um periodo de 12 semanas. Os instrumentos de avaliacao foram os seguintes: capacidade funcional avaliada pelo BASFI (The Bath Ankylosing Spondylitis Functional Index), pelo HAQ-S (Health Assessment Questionnaire for spondyloarthritis) e pelo teste de caminhada de 6 minutos (TC6); mobilidade pelo BASMI (The Bath Ankylosing Spondylitis Metrologyl Index) e pela medida da expansibilidade toracica; e atividade de doenca avaliada pelo BASDAI (The Bath Ankylosing Spondylitis Disease Activity Index) e pelo ASDAS (Ankylosing Spondylitis Disease Activity Score). A capacidade aerobia foi avaliada por meio de teste ergoespirometrico em esteira, seguindo um protocolo incremental. Foram utilizadas tecnicas laboratoriais de rotina, para a determinacao dos niveis plasmaticos de lipidios. Os niveis plasmaticos de TNF-α, IL-10, IL-6 e IL-1 β foram mensurados pelo metodo ELISA. As quantidades de analgesico e anti-inflamatorio utilizadas pelos pacientes durante o programa foram monitorizadas. As avaliacoes foram realizadas por avaliador cego imediatamente antes da randomizacao, apos 6, 12 e 24 semanas do inicio do programa. Foi utilizada analise de intencao de tratar
Palavra-chave Espondilite Anquilosante/terapia
Exercício
Spondylitis, Ankylosing/therapy
Exercise
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 91 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 91 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22519

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta