Parametros bioquimicos salivares em criancas com atresia de vias biliares pre e pos transplante hepatico

Parametros bioquimicos salivares em criancas com atresia de vias biliares pre e pos transplante hepatico

Título alternativo Salivary biochemical parameters in children with biliary atresia before and after liver transplantation
Autor Macedo, Adriana Furtado de Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: aliviar o fluxo salivar, pH, capacidade tampao, imonoglubina A secretora e concentracao de proteina C-reativa em criancas com atresia de vias biliares pre e pos transplante hepatico. Metodo: A amostra foi composta por 59 criancas de ambos os generos, edentulas e com dentadura decidua, atendidas nos Ambulatorios de Gastroenterologia Pediatrica e Transplante da UNIFESP/EPM, submetidas em grupos distintos: 18 com presenca de atresia de vias biliares (grupo pre-transplante), 21 com transplante hepatico decorrente da atresia de vias biliares (grupo pos-transplante) e 20 constituindo grupo controle. A saliva foi coletada por metodo da aspiracao nao estimulada e a analise do fluxo salivar mensurado obtendo-se mL/minuto, o pH com eletrodo especifico, a acao tamponante po titulacao acida, as dosagens de imonoglubina A secretora e proteina C-reativa po metodo de ensaio imunoenzimatico. Os dados receberam tratamento estatistico com Analise de Variancia e Teste de Tukey com significancia p<0,05.Resultados: Houve diferenca estatistamente significante (p<0,05) para as medias de fluxo salivar (mL/min) entre: grupo pos-transplante (0,32+/-0,17) e grupo controle(0,75+/-0,15), grupo pos-transplante e grupo pre-transplante(0,59+/-0,29). As dosagens de proteina C-reativa (pg/mL) demonstraram diferencas estatisticamente significante entre os grupos pos-transplante (6996,29+/-11052,14) e grupo controle (1162,87+/- 2006,17). O pH, a capacidade tampao e a concentracao de imunoglobina A secretora nao apresentaram diferenca estatisticamente significante na comparacao entre grupos: pH (p=0,62), a capacidade tampao na faixa pH inicial de 7,00(p=0,61), na faixa de pH entre 6,9-6,0 (p=0,34), entre 5,9 e 5,0 (p=0,34) entre 4,9 e 4,0 (p=0,48) e imunoglibina A secretora (p=0,54). Conclusaoes: O padrao de fluxo salivar e a concentracao de proteina C-reativa demonstraram niveis alterados em criancas com tranplante hepatico decorrente de atresia de vias biliares, sugerindo maior suceptibilidade a doencas bucais
Palavra-chave Humanos
Criança
Saliva
Atresia Biliar
Ductos Biliares
Proteína C-Reativa
Transplante de Fígado
Humanos
Criança
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 160 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 160 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22506

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta