Estudo multicentrico brasileiro de 71 criancas e adolescentes com arterite de Takayasu

Exibir registro simples

dc.contributor.author Silva, Gleice Clemente Souza [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:45:50Z
dc.date.available 2015-12-06T23:45:50Z
dc.date.issued 2012
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 2012. 81 p.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22456
dc.description.abstract Introdução: A arterite de Takayasu e uma doenca vascular inflamatoria, que pode resultar em estenose, obstrucao, dilatacao e aneurisma da arteria aorta e principais ramos e da arteria pulmonar. E uma doenca rara e existem poucos estudos na literatura com pacientes da faixa etaria pediatrica. Objetivo: Avaliar as caracteristicas clinicas das criancas e adolescentes com arterite de Takayasu na nossa populacao, assim como estudar os possiveis fatores de risco para atividade e remissao da doenca. Metodos: Foi realizado um estudo multicentrico, retrospectivo, com 10 centros brasileiros de referencia em reumatologia pediatrica. Setenta e um pacientes com arterite de Takayasu com diagnostico ate 18 anos de idade foram selecionados para o estudo. Foi feita avaliacao clinica, laboratorial, angiografica, de evolucao e de tratamento destes pacientes em 3 momentos: inicial (do inicio dos sintomas ate o diagnostico), evolutivo (do 6° ao 12° mes apos o diagnostico) e final (ultima consulta e ultimos exames dos pacientes). Resultados: Dos 71 pacientes avaliados, 51 (72%) eram meninas. Trinta e seis (50,7%) eram criancas e 35 (49,3%) eram adolescentes. A media de idade do inicio dos sintomas foi 9,2 anos (variacao de 4 meses a 17,2 anos); a media de tempo ate o diagnostico foi 1,2 anos; e a media do tempo de seguimento foi 5,4 anos. O tipo angiografico mais frequente, pela classificacao de Hata, foi o tipo IV (40,3%) seguido pelo tipo V (27%) e a aorta abdominal foi a arteria mais afetada (61%). A principal lesao encontrada foi a estenose, presente em 83,8% dos pacientes. Os sintomas constitucionais (77,5%), seguidos dos neurologicos (70,4%), foram os sintomas mais frequentes na apresentacao da doenca e a reducao de pulsos perifericos (85,9%) e a hipertensao arterial (84,5%) foram os achados mais encontrados ao exame fisico. A elevacao da VHS (velocidade de hemossedimentacao) foi a alteracao laboratorial mais encontrada. Ao final do acompanhamento, 60,9% dos pacientes estavam em remissao de doenca, 31,3% estavam em atividade de doenca e 7,8% tinham evoluido para o obito. Na avaliacao da evolucao dos pacientes no primeiro ano de diagnostico, foi observado que houve melhora significativa dos parametros clinicos e laboratoriais dos pacientes do grupo que estava em remissao na avaliacao final. Ja o grupo que estava em atividade na avaliacao final nao apresentou melhora significativa dos parametros estudados durante o mesmo periodo de avaliacao. Ao se comparar as caracteristicas da doenca entre criancas e adolescentes foram observados frequencia maior do sexo feminino no segundo grupo e atraso diagnostico significativamente maior no primeiro grupo. Conclusao: A arterite de Takayasu e uma doenca que pode afetar qualquer faixa etaria e seu diagnostico e geralmente tardio, principalmente nos pacientes mais jovens. O curso clinico e muito variavel e a melhora significativa dos parametros clinicos e laboratoriais no primeiro ano de diagnostico parece estar associada a uma evolucao mais benigna pt
dc.format.extent 81 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Humanos pt
dc.subject Criança pt
dc.subject Adolescente pt
dc.subject Arterite de Takayasu pt
dc.subject Vasculite pt
dc.subject Angiografia pt
dc.subject Fatores de Risco pt
dc.title Estudo multicentrico brasileiro de 71 criancas e adolescentes com arterite de Takayasu pt
dc.title.alternative A Brazilian multicenter study of 71 children and adolescents with TakayasuÆs arteritis en
dc.type Tese de doutorado
dc.identifier.file epm-3031315405564.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicina, Programa de Pós-graduação em Pediatria pt
dc.subject.decs Humanos pt
dc.subject.decs Criança pt
dc.subject.decs Adolescente pt



Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Exibir registro simples

Buscar


Navegar

Minha conta