O Efeito do aumento da loudness nas medidas acusticas e perceptivas da voz de mulheres jovens e idosas

O Efeito do aumento da loudness nas medidas acusticas e perceptivas da voz de mulheres jovens e idosas

Título alternativo The Effect of increased loudness on acoustic measures and perceptual voice of young and elderly
Autor Menezes, Keyla Simone Mazzetto de Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Tema: Mesmo com o envelhecimento saudavel, a voz se torna fraca, soprosa, instavel e com pouca projecao. Estas modificacoes da qualidade vocal estao relacionadas aos processos degenerativos naturais de todo o organismo, porem, quando interferem no processo de comunicacao do individuo, tornando-o funcionalmente mais dependente, podem trazer limitacoes na comunicacao oral e, consequentemente, comprometer a sua sociabilizacao. Por outro lado, algumas abordagens de terapia para idosos com queixa vocal, tem como foco reduzir esses mesmos sintomas, exacerbados, e para tanto, se utilizam principalmente do aumento da loudness enquanto estrategia de reabilitacao. Mas poucos estudos investigaram qual e o efeito dessa manobra nas medidas relacionadas aos ciclos vibratorios das pregas vocais, em vozes de idosos sem queixas. Objetivo: Verificar como comportam-se medidas acusticas e perceptivas em loudness habitual e forte (entre grupos) e como sao afetadas pela mudanca da loudness, e ainda verificar possiveis diferencas entre vozes idosas quando comparadas as nao-idosas em ambas as analises. Metodo: Por meio de analise acustica e perceptivo-auditiva, analisou-se as emissoes sustentadas da vogal /i/, em loudness habitual e forte, de uma populacao de 30 nao-idosas e 30 idosas, sem queixas vocais. As variaveis mensuradas na analise acustica foram o nivel de pressao sonora (NPS), a frequencia fundamental (F0), jitter (local), shimmer (local) e proporcao harmonico-ruido (PHR). Na analise perceptivo-auditiva, foi utilizada a escala VAS nalisando-se as variaveis de rouquidao, aspereza, soprosidade, astenia, tensao, instabilidade, pitch, loudness e idade percebida. Resultados: Na analise acustica, com a mudanca da loudness de habitual para forte, ambos os grupos apresentaram um aumento significante nas medidas de NPS e F0 ,ainda de forma significante, o grupo das idosas diminuiu a medida de PHR e o grupo das nao idosas diminuiu a medida de jitter. Em nivel habitual, a medida acustica de jitter foi maior de forma significante em idosas em relacao as nao idosas e em loudness forte o jitter foi maior e o shimmer menor de forma significante para idosas em relacao as nao idosas. Na analise perceptivo-auditiva, os grupos apresentaram diferencas significantes, em loudness habitual, nas medidas de astenia, tensao, instabilidade e loudness. Em loudness forte, os grupos se comportaram de modo diferente nas medidas de aspereza, soprosidade, astenia, tensao, instabilidade, pitch e loudness. Com a mudanca de loudness, as nao-idosas apresentaram valores com diferenca significante nas medidas de aspereza, soprosidade, tensao, nstabilidade, pitch e loudness, enquanto o grupo das idosas somente apresentou diferenca significante nas medidas de tensao e loudness. Conclusao: No presente estudo, o aumento da loudness produziu mudancas nas medidas acusticas e perceptivas, sendo semelhantes essas mudancas entre os grupos nas medidas acusticas e mais evidentes nas medidas perceptivas para o grupo das nao idosas. Assim podemos dizer que a mudanca da loudness pode ser uma variavel importante enquanto comparacao de vozes idosas em relacao a vozes nao idosas, tanto em medidas acusticas quanto em medidas perceptivas. Em especial, nesse estudo as medidas acusticas de jitter e shimmer demonstraram merecer investigacoes futuras, como medidas confiaveis para detectar o envelhecimento vocal e auxiliar terapias de reabilitacao
Assunto Voz
Acústica
Percepção Auditiva
Idoso
Envelhecimento
Idioma Português
Data 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 77 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 77 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22446

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)