Efeitos do exercicio fisico aerobio de alta intensidade em ratos com Diabetes Mellitus experimental

Efeitos do exercicio fisico aerobio de alta intensidade em ratos com Diabetes Mellitus experimental

Título alternativo Effects of aerobic exercise of high intensity in rats with experimental diabetes
Autor Rampaso, Rodolfo Rosseto Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: O Diabetes Mellitus tem se mostrado um tema de constante preocupacao entre os profissionais da area de Saúde. E uma das principais doencas que levam a nefropatias e doencas cardiovasculares. O exercicio fisico de baixa e moderada intensidade tem se mostrado um importante adjuvante no tratamento nao medicamentoso do diabetes, porem, pouco se sabe sobre os beneficios que o exercicio fisico aerobio de alta intensidade poderia adicionar como variante complementar a este tratamento. Objetivo:Este trabalho teve como objetivo analisar os efeitos do exercicio fisico aerobio de alta intensidade sobre os parametros renais e cardiovasculares, a producao de oxido nitrico (NO) e as Angiotensinas I, II e 1-7 sericas no diabetes experimental. Metodos: Foram utilizados ratos Wistar com peso corporal entre 240 e 280 gramas, divididos em quatro grupos: controle sedentario (C-SED), controle exercicio (C-EXE), Diabetes Mellitus sedentario (DM-SED) e Diabetes Mellitus exercicio (DM-EXE). No inicio do protocolo os grupos DM-SED e DM-EXE receberam dose unica de (50 mg/kg) de estreptozotocina (STZ), endovenosa (ev), e foram considerados diabeticos os animais que apresentaram glicemia superior ou igual 250 mg/dl nas 48 horas apos a inducao. Os animais foram tratados com 0,5 unidades de insulina NPH por dia. O exercicio fisico aerobio de alta intensidade foi realizado em esteira rolante por um periodo de 8 semanas e sua velocidade ajustada apos testes de esforco maximo. Para as medidas de funcao renal colhemos sangue e urina de 24h para avaliarmos a creatinina e as alteracoes nas fracoes de Na+ e K+ bem como a proteinuria. Foi realizado ecodopplercardiograma para avaliacao da variabilidade da FC, volume de sistole e diastole e as paredes anteriores e posteriores do coracao. Foram dosados NO urinario e serico por quimiluminescencia e as Angiotensinas I, II, e 1-7 sericas foram quantificadas pelo HPLC. Resultados: O exercicio fisico aerobio de alta intensidade atenuou a perda de peso e a glicemia do grupo diabetes e exercicio (DM-EXE). O treinamento fisico aumentou a capacidade fisica deste grupo em 60%. Em relacao aos parametros renais, o clearance de creatinina reajustado pelo peso nao apresentou diferenca significante entre os grupos. Por outro lado, o grupo DM-EXE teve uma fracao de excrecao de Na+ 50% menor que o grupo DM-SED, e a fracao de excrecao de K+ o grupo DM-SED apresentou um aumento de 78% quando comparado aos outros grupos. Observamos que a proteinuria do grupo DM-EXE apresentou uma reducao de 60% se comparado ao grupo DM-SED. O NO serico dos grupos exercitados apresentaram um aumento expressivo em relacao aos grupos nao exercitados, destacando-se o grupo DM-EXE que teve um aumento de 40% se comparado ao grupo DM-SED. O oxido nitrico urinario dos grupos DM apresentaram reducao significativa em relacao aos grupos C-SED e C-EXE, porem, o grupo DM-EXE atenuou esta perda e teve seu uNO 138% maior que o grupo DM-SED. Nas angiotensinas, os grupos exercitados mostraram resultados relevantes quando comparados aos grupos nao exercitados. As Ang I e II sericas do grupo DM-EXE apresentaram reducao de 45% quando comparado ao grupo DM-SED, ja a Ang 1-7 do grupo DM-SED teve aumento de 118% quando comparado aos outros grupos. Pela avaliacao com o ecodopplercardiograma, os grupos exercitados tambem tiveram desempenho relevante se comparados aos grupos nao exercitados. O grupo DM-SED apresentou volume sistolico e diastolico 45% menor que os grupos DM-EXE e C-EXE. A frequencia cardiaca do grupo DM-SED foi 17% maior que a dos grupos exercitados. As paredes posteriores e anteriores durante a diastole dos grupos DM-SED e C-SED apresentaram uma reducao de 30% e 20%, respectivamente, quando comparadas aos grupos DM-EXE e C-EXE. As paredes do coracao na sistole nao apresentaram diferencas entre os grupos. Conclusao: Desta maneira, os resultados obtidos no presente trabalho indicam que o exercicio fisico aerobio de alta intensidade se mostrou eficaz e potencial contribuinte no tratamento do diabetes, induzindo melhoria nos parametros renais e cardiovasculares, aumentando a capacidade fisica e atenuando os efeitos deleterios da doenca, neste protocolo experimental
Assunto Diabetes Mellitus/prevenção & controle
Exercício/fisiologia
Nefropatias Diabéticas
Óxido Nítrico
Angiotensinas
Idioma Português
Data 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 105 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 105 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22424

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)