Permeabilidade intestinal e efeito da alanil-glutamina em pacientes infectados pelo Vírus da Imunodeficiência Humana em Fortaleza

Permeabilidade intestinal e efeito da alanil-glutamina em pacientes infectados pelo Vírus da Imunodeficiência Humana em Fortaleza

Título alternativo Intestinal permeability and alanyl-glutamine effect in Human Immunodeficiency Virus infected patients in Fortaleza
Autor Leite, Robério Dias Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Farhat, Calil Kairalla Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Determinar o efeito da suplementacao de alanil-glutamina na permeabilidade intestinal em pacientes infectados pelo HIV. Metodos: Ensaio clinico randomizado duplo-cego (fase II) utilizando doses isonitrogenicas de alanil-glutamina (24g) e de placebo glicina (25g) administrados por via oral sobsupervisao durante 10 dias, realizado em Fortaleza u Ceara. Antes e apos esta suplementacao nutricional foram determinados os percentuais de excrecao urinaria de lactulose e de manitol, medidos atraves do metodo de cromatografia liquida de alta performance com determinacao amperometrica pulsada, apos inGestão oral destes dois acucares, alem da afericao do peso e da estatura e realizacao dos seguintes exames: hemograma, TGO, TGP, ureia, creatinina, CD4 e carga viral do HIV. O teste t de Student e os testes do Qui-quadrado e exato de Fisher foram usados para avaliacao da homogeneidade dos grupos em estudo e o teste t de Student pareado foi usado para avaliar mudancas ocorridas antes e apos a suplementacao nutricional. Foi elaborado um sistema de monitoramento de eventos adversos e o protocolo teve aprovacao do Comite de Etica. Valores de p < 0,05 foram considerados estatisticamente significantes para rejeitar a hipotese de nulidade. Resultados: Foram incluidos 52 pacientes com HIV/AIDS, sendo 39 do sexo masculino, 46 adultos com idade (media ± erro padrao) de 37,28 ± 3 anos e seis criancas com idade (media e variacao) de 36 (21 u 24) meses. Completaram o estudo clinico 16 e 19 adultos respectivamente nos grupos quereceberam alanil-glutamina e glicina, alem de duas criancas em cada grupo. As medianas e as variacoes dos percentuais de excrecao urinaria de lactulose e manitol e razao lactulose/manitol no inicio do estudo nos adultos e nas criancas foram respectivamente: 0,32 (0,00 u 8,72) e 0,53 (0,22 u 0,82); 14,55 (3,02 u 124,1) e 6,66 (3,00 u 17,30); 0,02 (0,00 u 2,89) e 0,06 (0,04 u 0,08). A razao lactulose/manitol foi significativamente maior em nove adultos com relato de diarreia nos 14 dias que antecederam o inicio do estudo [mediana (variacao): 0,05 (0,00 u 2,89) vs 0,02 (0,00 u 0,19); p = 0,0242]. Houve aumento significativo no percentual de excrecao urinaria de manitol no grupo de adultos que recebeu alanil-glutamina [mediana (variacao): 13,71 (5,31 u 31,60) antes vs 22,75 (6,27 u 102,45) depois; p = 0,048], mas nao no grupo que recebeu glicina (placebo). Nao houve mudancas significativas no peso corporal, no indice de massa corporea, na contagem de CD4, na carga viral do HIV, no hemograma e nos testes de funcao renal e de funcao hepatica realizados, nem diferencas significativas na ocorrencia de eventos adversos nos dois grupos de tratamento. Os tres eventos adversos graves e os eventos adversos ocorridos foram considerados como nao relacionados ou possivelmente relacionados aos tratamentos realizados, nao tendo sido estabelecida uma relacao causa-efeito definitiva. Conclusoes: Nossos resultados indicam haver comprometimento da integridade e da absorcao intestinais na maioria dos pacientes infectados pelo HIV e que a ocorrencia recente de diarreia agrava este problema. Alem disso, a suplementacao nutricional com alanil-glutamina mostrou-se segura e determinou um aumento na absorcao intestinal destes pacientes
Palavra-chave Síndrome de imunodeficiência adquirida
HIV
Absorção intestinal
Glutamina
Idioma Português
Data de publicação 2009
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2009. 176 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 176 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22411

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta