Deteccao de patogenos e genes de resistencia a antimicrobianos pela tecnica de PCR em Tempo Real em infeccoes de corrente sanguinea de pacientes de oncologia pediatrica

Deteccao de patogenos e genes de resistencia a antimicrobianos pela tecnica de PCR em Tempo Real em infeccoes de corrente sanguinea de pacientes de oncologia pediatrica

Título alternativo Real-Time Polymerase Chain Reaction for pathogens detection and antimicrobial resistance genes in bloodstream infections of oncologic pediatric patients
Autor Quiles, Milene Goncalves Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Com o crescente progresso no tratamento de criancas com doencas malignas, as infeccoes tem sido a maior causa de morbidade e mortalidade nessa populacao. O prognostico favoravel desses pacientes baseia-se na escolha terapeutica adequada, que sera feita com base em diagnostico microbiologico rapido e preciso dessas infeccoes. Sendo assim, o presente trabalho teve por objetivo a utilizacao da tecnica de PCR em tempo real e sequenciamento de DNA na identificacao dos principais patogenos causadores de infeccao em corrente sanguinea em pacientes atendidos no Instituto de Oncologia Pediatrica IOP-GRAACC-UNIFESP e dos principais genes de resistencia a antimicrobianos. Metodos: Foram incluidas 249 amostras de frascos de hemocultura BACTEC® e 99 amostras de sangue total coletadas em tubos com EDTA K2 Gel provenientes de 139 pacientes. Todas as amostras foram triadas por sondas Gram especificas por PCR em Tempo Real Multiplex. Dezessete sequencias genero especifico foram avaliadas utilizando sondas TaqMan e para os genes de resistencia blaSHV, blaTEM, blaCTX, blaKPC, blaIMP, blaSPM, blaVIM, vanA, vanB e mecA foi utilizado o metodo SYBR Green. Resultados: A PCR em tempo real apresentou resultado positivo em 44,6% dos frascos de hemocultura analisados. Houve concordancia em 89% entre identificacao molecular e fenotipica dos frascos de hemocultura para bacterias e 25% para fungos. O gene mecA foi detectado em 40 amostras enquanto 6 amostras foram detectadas com genes de ESβL e 4 amostras com genes de MβL. Paras as amostras de sangue total, a taxa de positividade foi de 12,1% com concordancia de 67,7% na deteccao molecular comparada ao metodo fenotipico. A identificacao foi concordante em 55% e a deteccao do gene mecA em 60%. A deteccao do gene vanA foi concordante com o perfil de suscetibilidade pelo metodo fenotipico em 2 amostras de frascos de hemocultura e 1 amostra de sangue total e os genes vanB, blaKPC, blaVIM, blaIMP e blaSHV nao foram detectados. O sequenciamento de DNA identificou corretamente 5 das 22 amostas de hemocultura analisadas. Conclusao: A PCR em tempo real pode ser uma ferramenta complementar util na identificacao precoce de patogenos e genes de resistencia a antimicrobianos nas ICS em pacientes de oncologia pediatrica
Palavra-chave Humanos
Criança
Oncologia
Pediatria
Bacteriemia
Reação em Cadeia da Polimerase
Genes MDR
Humanos
Criança
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 167 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 167 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22408

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta