Ultrassom articular

Título alternativo Sonographic assessment of peripheral joints: evaluation of healthy subjects and comparison to rheumatoid arthritis patients
Autor Machado, Flavia Soares Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: descrever medidas quantitativas e semiquantitativas ultrassonograficas articulares em individuos adultos saudaveis, correlaciona-las entre diversos parametros demograficos e estimar medidas ultrassonograficas articulares especificas de artrite reumatoide em articulacoes de varios tamanhos. Material e Metodos: Um estudo de corte transversal foi conduzido. Medidas ultrassonograficas foram realizadas em pequenas, medias e grandes articulacoes de 130 voluntarios adultos assintomaticos (grupo SAUDAVEL), estratificados em cinco faixas etarias (1: 18- 29; 2: 30- 39; 3: 40-49; 4: 50- 59; 5: 60- 80 anos) e em 60 pacientes com AR (ACR) (grupo AR). Medidas quantitativas do recesso sinovial (QRS) (em mm) e medidas semiquantitativas (escore 0-3) de hiperplasia sinovial (SHS), power Doppler (SPD), erosao ossea (SEO) e cartilagem articular (escore de 0-4) foram realizadas por um radiologista ocegoo. Valor p significante <0,05. Resultados: foram estudados 9.500 recessos articulares na amostra total do estudo; 76.3% de mulheres, media de idade de 45.42 anos (DP +13.12). No grupo SAUDAVEL, na comparacao por faixa etaria, observou-se aumento das QRS e maior porcentagem dos piores escores de SHS, SPD, SEO e cartilagem articular na faixa etaria 5 (p<0.016). Observou-se correlacoes positivas entre as medidas quantitativas ultrassonograficas com estatura, idade, peso e indice de massa corporea em 26.1%, 34.8%, 43.5% e 43.5%, respectivamente, do total de recessos articulares estudados (p<0.046). Na comparacao do grupo AR com o grupo CONTROLE (78 voluntarios do grupo SAUDAVEL pareados com o grupo AR), para as QRS, os valores de corte de sinovia especificos de AR com maiores areas sob a curva (AUC), atraves da analise da curva ROC, foram observados nos recessos radiocarpico (3.78mm; AUC=0.822), ulnocarpico (3.07mm; AUC=0.812) e radioulnar distal (2.21mm; AUC 0.783). Com a evolucao dos escores semiquantitativos de 0 para 3, as maiores chances de se detectar AR (regressao logistica univariada, expressa em odds ratio - OD) foram observadas: para SHS - nos recessos articulares ulnocarpico (OR=100; p= <0,001) e radiocarpico (OR= 70; p=<0,001); para SPD - no recesso articular radiocarpico (OR=66; p=<0,001); e com a evolucao dos escores de 0 a 2 para a SEO - nos recessos radiocarpico (OR=324; p=<0,001) e lateral da 5a MTF (OR=100 p=<0,001). A reprodutibilidade interobservador foi considerada boa a excelente para as medidas realizadas. Conclusao: Alteracoes ultrassonograficas foram associadas a aumento de faixa etaria em individuos saudaveis. Os recessos articulares com medidas ultrassonograficas consideradas mais especificas de AR foram os do punho
Assunto Humanos
Ultrassonografia
Articulações
Valores de Referência
Distribuição por Idade
Artrite Reumatoide
Humanos
Idioma Português
Data 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 181 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 181 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22392

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)