Revisoes sistematicas da literatura e o potencial ganho em efiCiência no Sistema Unico de Saúde

Revisoes sistematicas da literatura e o potencial ganho em efiCiência no Sistema Unico de Saúde

Título alternativo Systematic reviews of the literature and efficiency potential gain on the Public Health System
Autor Elias, Flavia Tavares Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: Decisoes de cobertura assistencial requerem evidencias cientificas, em especial, para doencas de alta prevalencia ou aquelas com tratamento continuo e de alto custo. Para coloca-las em pratica e necessario usa-las nas avaliacoes de tecnologias em Saúde. A busca sistematica e a analise critica da literatura sao fundamentais para se obter a efetividade e seguranca de alternativas terapeuticas de escolha. Saber se as alternativas terapeuticas impactam o orcamento do Sistema Unico de Saúde em menor ou maior grau e essencial para tomada de decisao, tendo em vista que os recursos sao finitos e as necessidades infinitas. Em favor de solucao de ameacas a sustentabilidade ao financiamento da atencao a Saúde no SUS, o melhor nivel de evidencia sao as revisoes sistematicas. Esses estudos permitem reduzir incertezas para se fazer escolhas, na medida em que se aumenta o tamanho da amostra para reduzir o efeito do acaso, se analisa criticamente as evidencias disponiveis para reduzir efeitos de vieses e sao de baixo custo quando comparados com ensaios clinicos randomizados. Isso permite fazer avaliacoes economicas com maior precisao, pois a medida de efetividade e seguranca e obtida com maior rigidez metodologica e rigor cientifico. Objetivo: Analisar a utilizacao de revisoes sistematicas financiadas pelo Ministerio da Saúde em parceria com o Centro Cochrane do Brasil na tomada de decisao do Ministerio da Saúde e por meio de uma Revisao Sistematica selecionada, estimar o impacto orcamentario para o sistema publico de Saúde. Metodo: estudo descritivo retrospectivo a partir de documentos e registros do Ministerio da Saúde para identificar a utilizacao das revisoes sistematicas como informacao para decisao de cobertura, selecao da revisao sistematica que avaliou alternativas de tratamento da degeneracao macular relacionada a idade. Esse tema foi eleito porque tem importancia para carga de doenca no Brasil, esta voltado para grupos populacionais prioritarios para as politicas de Saúde e o uso das alternativas terapeuticas esta em franca expansao no mundo. O uso de bevacizumabe para degeneracao macular e uma nova indicacao de um medicamento utilizado para cancer. A metodologia Preferred Reporting Items for Systematic reviews and Meta-Analyses foi aplicada para avaliacao da qualidade da publicacao da RS enviada para o Ministerio da Saúde. O impacto orcamentario foi estimado considerando o cenario de 2008, ocasiao da disponibilidade dos resultados da revisao sistematica para o Ministerio da Saúde. O racional terapeutico foi delineado junto aos especialistas, estimativas de prevalencia para o Brasil foram calculadas a partir de metanalise publicadas em estudos transversais internacionais. Os custos diretos envolvidos no cenario de demanda pelo tratamento foram ponderados considerando precos regulados e opiniao de especialistas. A analise de impacto orcamentario na perspectiva do sistema publico de Saúde foi adotada para estimar o potencial ganho em efiCiência, medido pela reducao de custos, no uso das alternativas terapeuticas indicadas na revisao sistematica selecionada. Resultados: entre 2004 a 2011 sessenta e cinco revisoes sistematicas foram concluidas pelo Centro Cochrane do Brasil. Dessas, vinte e sete (41,5%) foram enviadas aos comites deliberativos de incorporacao e protocolizacao de intervencoes terapeuticas do Ministerio da Saúde. Oito foram usadas como informacao para decisao e sete foram incluidas nos relatorios de ATS do Departamento de Ciência e Tecnologia. Entre as RS inseridas nos relatorios de ATS foi selecionada a RS de Bevacizumabe para doencas oculares concluida em 2008, para se estimar o impacto orcamentario na perspectiva do SUS. Caso o MS tivesse adotado o tratamento para Degeneracao Macular relacionada a idade conforme a recomendacao da revisao sistematica, o impacto no orcamento seria de R$ 292 milhoes para fornecer acesso de bevacizumabe (4ml fracionado) a toda populacao estimada nesse estudo (306.244 pacientes). Haveria uma reducao de gastos anual de R$ 2,3 bilhoes na incorporacao do bevacizumabe fracionado em regime mensal de tratamento em relacao a Terapia fotodinamica com verteporfina. A reducao anual seria de R$ 6,7 bilhoes se a adocao fosse para bevacizumabe em vez de ranibizumabe em regime mensal de tratamento. Mesmo nao fracionado a inclusao de bevacizumabe em vez de ranibizumabe economizaria 3,6 bilhoes de reais. Implicacoes praticas e para pesquisa: A proposta e que o MS promova revisoes sistematicas como melhor nivel de evidencias, pois permitem recomendar tecnologias que funcionam u tem efeito comprovado por nivel de evidencia robusto u e sao estudos de baixo custo. A analise continua de usos e impactos economicos desses estudos sao objeto de novas pesquisas
Assunto Revisão
Pesquisa
Pesquisa sobre Serviços de Saúde
Controle de Custos
Eficiência
Orçamentos
Idioma Português
Data 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 191 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 191 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22391

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)