Sexualidade segundo jovens de dois grupos socioeconômicos da cidade de São Paulo, 2011

Sexualidade segundo jovens de dois grupos socioeconômicos da cidade de São Paulo, 2011

Título alternativo Sexuality by two socioeconomic groups of young people from São Paulo, 2011
Autor Fontoura, Lilia Maria Rosado da Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Gomes, Mara Helena de Andrea Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Saúde Coletiva – EPM
Resumo O presente estudo tem como proposito a descricao do modo como os jovens de dois grupos socioeconomicos da cidade de São Paulo veem as questoes sobre a sexualidade. Para alcancar os objetivos propostos, foi realizado um estudo descritivo e exploratorio, utilizando uma abordagem qualitativa, atraves de entrevistas semiestruturadas com 24 adolescentes que cursavam a 3a serie do Ensino Medio de uma escola publica e de uma escola privada da cidade de São Paulo. A partir da coleta de dados, foi realizada a categorizacao e as respostas dos jovens entrevistados foram agrupadas nas seguintes categorias tematicas: 1- sexualidade e escola; 2- sexualidade e familia; 3- juventude e sexualidade; 4- vivencias da sexualidade pelos jovens. A analise das entrevistas com os jovens confirma que o tema sexualidade, tanto na escola publica como na escola privada, nao e abordado de forma sistematizada, embora esteja contemplado nos Parametros Curriculares Nacionais (PCNs) desde 1998 como um dos temas transversais. Os entrevistados de ambas as escolas consideram que e necessario abordar a tematica sexualidade de maneira mais aprofundada no Ensino Medio e sem tabus. Eles, tambem, sugeriram que o tema da sexualidade deveria ser trabalhado de forma diferenciada das aulas tradicionais, ou seja, atraves de dinamicas e debates, o que propiciaria a ocorrencia de uma maior integracao entre os jovens. As entrevistas tambem mostraram que o dialogo sobre sexualidade nas familias e dificil e a maioria dos entrevistados demonstrou ter grandes dificuldades de relacionamento com os pais. Geralmente, eles procuram os amigos para falar sobre o tema. Entre as motivacoes para a iniciacao sexual, foram destacadas pelos jovens a curiosidade e o desejo da descoberta. Para a maioria, a iniciacao sexual foi algo novo, natural e agradavel. Tanto a afetividade como o dialogo sobre o tema entre os parceiros foram salientados como sendo importantes, para que a relacao sexual fosse possivel, principalmente, para as meninas. Quanto aos metodos contraceptivos mais conhecidos e utilizados pelos entrevistados, estao o preservativo e a pilula. A partir dos dados analisados nesta pesquisa, foi possivel destacar a necessidade de conscientizacao e da preparacao dos pais e dos professores, para possibilitar o dialogo com os adolescentes, responder suas duvidas e orienta-los a perceber a sexualidade como algo inerente a vida e a Saúde e que se expressa no ser humano em todas as fases de sua existencia

The present study aims to describe how young people from two socioeconomic groups in São Paulo‟s city see issues about sexuality. To achieve the proposed objectives, we conducted a descriptive study using a qualitative approach, using semi-structured interviews with 24 teen students who were in the third grade of high school in a public and a private school. The collected information was grouped into the following thematic categories: 1 - sexuality and school; 2 - sexuality and family; 3 - youth and sexuality; 4 - experiences of sexuality among young people. The analysis of the interviews with young people confirmed that the sexuality theme, in public school and in private school, is not treated in a systematic way, although it is contemplated in the National Curriculum Parameters (PCNs) since 1998, as one of the transversal themes. The teen students from both schools considered that it is necessary to treat the sexuality‟s issue deeply in high school and without taboos. They also suggested that the theme of sexuality should be worked differently from traditional classes, ie, throughout the dynamics and discussions, which would result in the integration among the teens. The interviews also showed that the dialogue about sexuality in families is difficult and most of the teen students showed to have great difficulty in the relationship with their parents. Generally, they look for friends to talk about the subject. Among the motivations for sexual initiation, were highlighted by young people, the curiosity and the desire to the discovery. For most of them, sexual initiation was something new, natural and enjoyable. The affection and the dialogue about the subject, between the partners were highlighted as being important to the intercourse, especially for girls. The contraception methods known and used by the teen students are the condom and the pill. The information collected and analyzed in this study, called the attention to highlight the necessity for awareness and preparation of parents and teachers, to enable dialogue with teens, answer their questions and guide them to realize their sexuality as something inherent to life and health and that is expressed in the humans at all stages of their existenc
Assunto Humanos
Adolescente
Sexualidade
Estudantes
Humanos
Idioma Português
Data 2012
Publicado em FONTOURA, Lilia Maria Rosado da. Sexualidade segundo jovens de dois grupos socioeconômicos da cidade de São Paulo, 2011. 2012. 145 f. Dissertação (Mestrado) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2012.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 145 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22383

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: Tese-13545.pdf
Tamanho: 1.137Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)