Estudo do perfil nutricional, da composicao corporal e do angulo de fase de doentes com doenca inflamatoria intestinal

Estudo do perfil nutricional, da composicao corporal e do angulo de fase de doentes com doenca inflamatoria intestinal

Título alternativo Study of nutritional status, body composition and phase angle of patients with inflammatory bowel disease
Autor Lima, Maria Martha Machado Pereira Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: as doencas inflamatorias intestinais sao representadas por uma variedade de desordens que resultam da ativacao continua da cascata imunoinflamatoria, mas com etiologia nao completamente definida. A desnutricao e frequente, por isso, a avaliacao do estado nutricional deve identificar os disturbios nutricionais, possibilitando uma intervencao adequada para auxiliar na recuperacao e/ou manutencao do estado de Saúde do individuo. Objetivo: avaliar os parametros clinicos, nutricionais e da qualidade de vida dos pacientes com doenca inflamatoria intestinal, acompanhados ambulatorialmente, durante sua evolucao clinica, no periodo de seis meses. Metodologia: estudo transversal, com inclusao prospectiva, realizado no ambulatorio de Doencas Intestinais da Disciplina de Gastroenterologia do Departamento de Medicina da Escola Paulista de Medicina/Universidade Federal de São Paulo, no periodo de outubro de 2010 a fevereiro de 2012. Avaliou-se o estado nutricional por analise bioquimica, antropometrica, incluindo angulo de fase e composicao corporal pelo metodo de bioimpedancia e dietetica. A qualidade de vida foi verificada pelo oInflammatory Bowel Disease Questionnaireo (IBDQ). Todos os pacientes receberam orientacao nutricional de forma individualizada e foram acompanhados por seis meses, em tres momentos, sendo uma visita a cada tres meses. Resultados: a amostra inicial incluiu 64 pacientes adultos, com diagnostico de doenca de Crohn (35) e retocolite (29), com predominancia de doentes do genero feminino e em remissao clinica. Foi constatada a correlacao inversa entre o indice de atividade inflamatoria com a qualidade de vida, verificada pelo IBDQ, em ambas as doencas, com significancia estatistica (p<0,05). Os pacientes apresentaram, em suas medias, exames bioquimicos dentro dos valores de referencia, exceto o PCR. O estado nutricional se manteve preservado, e os valores medios de massa gorda apresentaram-se discretamente elevados. O angulo de fase apresentou valores medios superiores a 5 graus, esteve positivamente correlacionado com outros parametros antropometricos e inversamente correlacionado com o percentual de gordura corporal. Quanto a avaliacao dietetica, apresentaram o consumo medio de calorias e macronutrientes dentro dos percentuais recomendados, e insuficiente de fibras e micronutrientes. Conclusao: os pacientes com doenca inflamatoria intestinal, acompanhados ambulatorialmente, possuem disturbios nutricionais mesmo quando considerados eutroficos segundo o indice de massa corporal. O angulo de fase pode ser um indicador do estado nutricional a ser introduzido como parametro na pratica clinica, em pacientes que nao utilizam corticoides
Palavra-chave Humanos
Doença de Crohn
Proctocolite
Avaliação Nutricional
Dietoterapia
Composição Corporal
Impedância Elétrica
Humanos
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 135 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 135 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22378

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta