Curvas de referencia da area das valvulas mitral e tricuspide e do septo interventricular fetal entre a 18ª e a 33ª semana de gestacao por meio da ultrassonografia 3D/4D (STIC)

Curvas de referencia da area das valvulas mitral e tricuspide e do septo interventricular fetal entre a 18ª e a 33ª semana de gestacao por meio da ultrassonografia 3D/4D (STIC)

Título alternativo Reference ranges area of mitral and tricuspid valves and interventricular septum of fetuses between 18 and 33 weeks of gestation by 3D- and 4D-ultrasonography (STIC)
Autor Rolo-Paiato, Liliam Cristine Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Determinar curvas de referencia para a area das valvulas atrioventriculares (AV) e septo interventricular (IV) de fetos por meio da ultrassonografia tridimensional (3DUS) utilizando o software spatio-temporal image correlation (STIC). Metodos: Realizou-se um estudo prospectivo de corte transversal com 328 fetos normais entre a 18a e a 33a semana de gestacao. A partir do plano de quatro camaras cardiacas, determinou-se varredura pelo STIC e, pelo modo renderizado, identificou-se as valvulas AV e o septo IV, determinando-se manualmente suas areas. No modo multiplanar, tambem se obteve com contornos manuais a medida da area das valvulas AV. Para a construcao de intervalos de referencia, utilizou-se modelo de regressao linear, com ajuste pelo coeficiente de determinacao (R2). Os metodos multiplanar e renderizado foram comparados na medida da area AV, utilizando o coeficiente de correlacao intraclasse (CCI), diagramas de dispersao e graficos de Bland-Altman. Para os calculos de reprodutibilidade inter e intraobservador tanto da area da valva tricuspide como do septo interventricular, utilizou-se diagramas de dispersao, graficos de Bland-Altman e o CCI. Resultados: Houve forte correlacao entre a idade gestacional e a area AV (R²= 0,757 para a tricuspide e R²=0,741 para a mitral). A media da area das valvulas tricuspide e mitral variou de 0,19 ± 0,08 cm2 e 0,20 ± 0,10 cm2 na 18ª semana para 0,93 ± 0,31 cm2 e 1,06 ± 0,39 cm2 na 33ª semana, respectivamente. A area do septo IV se correlacionou fracamente com a idade gestacional (R2 = 0,095), sendo que a media aumentou de 0,47 ± 0,10 cm2 na 18ª semana para 2,42 ± 1,13 cm2 na 33ª semanas de gestacao. A concordancia entre os metodos foi excelente na medida da area valvar (para a tricuspide: CCI=0,843[0,808; 0,872]; para a mitral: CCI=0,843[0,808; 0,872]) e na medida do septo IV (com CCI=0,996 [0,992; 0,997]). A reprodutibilidade interobservador foi excelente: para valvula tricuspide, o CCI foi 0,914 [0,850; 0,950] no modo multiplanar e, no modo renderizado, o CCI foi 0,933[0,883; 0,962]; para valvula mitral, o CCI foi 0,958 [0,927; 0,976] no metodo multiplanar e, no modo renderizado, o CCI foi 0,894[0,814; 0,939]. A variabilidade intraobservador foi excelente no modo renderizado, com CCI= 0,997 [0,995; 0,998] para a area AVD e com CCI= 0,996 [0,992; 0,997], para a area do septo IV. Os graficos de BlanduAltman mostraram discretas diferencas entre as medidas tanto no metodo multiplanar como no renderizado na avaliacao da reprodutibilidade inter e intraobservador, mas a maior parte da diferenca das medidas se encontrava dentro do desvio-padrao esperado. Conclusoes: Curvas de referencia fetais para a area das valvas atrioventriculares e do septo interventricular foram determinadas e mostraram boa reprodutibilidade
Palavra-chave Humanos
Feto
Valva Mitral
Valva Tricúspide
Septo Interventricular
Ultrassonografia
Imagem Tridimensional
Humanos
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 156 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 156 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22341

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta