Terapia genica de mucopolissacararidose tipo I com o sistema ΦC31 em modelo murino

Terapia genica de mucopolissacararidose tipo I com o sistema ΦC31 em modelo murino

Autor Stilhano, Roberta Sessa Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A MPS I e uma doenca monogenica lisossomal causada por mutacoes no gene que codifica a enzima IDUA, requerendo fornecimento constante da enzima para aliviar a manifestacao da doenca. A reposicao enzimatica e o transplante de medula ossea sao opcoes terapeuticas disponiveis, mas alem dos problemas inerentes metodologicos e o alto custo dessas terapias, nao se observam melhoras na musculatura esqueletica, displasia ossea, deterioracao das valvulas cardiacas e degeneracao neurologica. O objetivo deste trabalho foi corrigir a defiCiência de expressao do gene IDUA nos camundongos KO atraves do sistema de expressao continua plasmideal com a integrase ΦC31 e o gene IDUA. Para avaliar a taxa de integracao e o tempo de expressao genica promovido pelo sistema ΦC31, o vetor pTA-GFP-attB, que expressa a proteina fluorescente verde GFP sob o controle do promotor CMV foi construido. A taxa de integracao em celulas HEK293 foi cerca de 10%. Para expressao da IDUA, tres vetores contendo a sequencia attB foram construidos: pVAX-attB-IDUA, uP-attB-IDUA e pattB-CAG-IDUA, que estao sob o controle do promotor CMV minimo, completo e CAG, respectivamente. Foi descoberta a atividade enhancer da sequencia attB no vetor pVAX-attB-IDUA, que promoveu cerca de 8X de aumento em relacao ao vetor pVAX-IDUA.Para transferencia do gene IDUA in vivo, 2,5 mL de solucao de vetor foi injetada rapidamente via veia caudal. Alto nivel de transfeccao foi confirmada com uso do vetor pSV-LacZ (expressa β-galactosidase) e tecidos corados com o substrato X-gal. Os camundongos selvagens (WT) transfectados com os vetores acima, que expressam IDUA, produziram mais de 1000 nmol/mL/h, apos 24 h. Entretanto, este nivel caiu rapidamente e, apos 28 dias, os niveis estavam proximos ao basal. Houve producao de anticorpo anti-IDUA humano, mas a resposta imune nao deve ter sido a responsavel pela queda, porque em um outro experimento em WT imunossuprimidos com ciclofosfamida, tambem foi observado o mesmo perfil de expressao da IDUA. Os animais KO pre-tratados com ciclofosfamida e injetados com pattB-CAG-IDUA apresentaram o mesmo perfil de queda da expressao que os WT tratados. Este resultado corrobora a ideia de que os anticorpos anti-IDUA nao devem ser responsaveis pela queda da expressao da IDUA. Apesar desta queda em menos de um mes, varios destes animais avaliados apos 4 meses de tratamento foram positivos para a atividade enzimatica e a queda de GAG nos tecidos. Estes mesmos animais mostraram melhora locomotora no teste de campo aberto. Este conjunto de resultados mostram que a alta producao de IDUA no inicio da transfeccao deve ser suficiente para baixar e manter os niveis de GAG estaveis por varios meses, e isto refletiu positivamente na melhora locomotora
Palavra-chave Animais
Mucopolissacaridose I/terapia
Camundongos
Vetores Genéticos
Terapia Genética
Animais
Idioma Português
Data de publicação 2011
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2011. 98 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 98 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22340

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta