Modulacao da atividade da enzima conversora de angiotensina I na epilepsia do lobo temporal, evidencias moleculares e farmacologicas

Modulacao da atividade da enzima conversora de angiotensina I na epilepsia do lobo temporal, evidencias moleculares e farmacologicas

Título alternativo Modulation of activity of angiotensin I converting enzyme in temporal lobe epilepsy, molecular and pharmacological evidence
Autor Almeida, Sandro Soares Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Os objetivos deste trabalho, realizado em uma populacao de pacientes com Epilepsia do Lobo Temporal, foi observar a distribuicao do polimorfismo de insercao e delecao da enzima conversora de angiotensina I (ECA) e determinar sua atividade plasmatica. Tambem foi avaliada a influencia do polimorfismo na atividade da calicreina plasmatica e a modulacao da atividade da ECA por farmacos normalmente utilizados por esses pacientes. Metodos: A populacao estudada foi de pacientes que realizaram cirurgia de corticoamigdalo-hipocampectomia no Hospital São Paulo, na Unidade de Pesquisa e Tratamento das Epilepsias (UNIPETE), utilizando-se os protocolos ja padronizados. Avaliou-se a atividade da ECA em tecido hipocampal desses pacientes. Drogas antiepilepticas foram utilizadas em diversos modelos experimentais para avaliar modulacao na atividade da ECA. Resultados: Foi observada maior frequencia de uma mutacao que aumenta a atividade da ECA nos pacientes do sexo masculino, os quais sofrem de epilepsia refrataria do lobo temporal. No entanto, em seus cerebros, a atividade da enzima esta diminuida. Como uma explicacao, nos descobrimos que a carbamazepina, comumente utilizada para tratar a epilepsia, surpreendentemente e um inibidor da ECA, proporcionando assim uma ligacao direta entre a epilepsia e os sistemas renina-angiotensina e calicreina-cininas. Encontramos ainda um aumento na atividade da calicreina plasmatica dos pacientes com epilepsia do lobo temporal. Conclusao: O presente estudo demonstrou que pacientes do sexo masculino, com epilepsia do lobo temporal e de genotipo II do polimorfismo da ECA, tem uma menor incidencia da epilepsia e, quando sao acometidos, tem uma melhor recuperacao apos a cirurgia
Palavra-chave Peptidil Dipeptidase A
Sistema Renina-Angiotensina
Sistema Calicreína-Cinina
Epilepsia do Lobo Temporal
Carbamazepina
Polimorfismo Genético
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 107 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 107 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22325

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta