Impacto de programa de educacao continuada na qualidade da assistencia oferecida pela fisioterapia intensiva

Impacto de programa de educacao continuada na qualidade da assistencia oferecida pela fisioterapia intensiva

Título alternativo Impact of continuing education program on the quality of care of intensive physiotherapy
Autor Pinto, Walkyria de Araujo Macedo Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O fisioterapeuta integra a equipe multiprofissional em terapia intensiva, realizando diagnosticos cinesiofuncionais e procedimentos aplicaveis ao paciente critico como assistencia ventilatoria, monitoracao respiratoria, atencao a disturbios osteomusculares, neurologicos, metabolicos e cardiovasculares, alem da prevencao e tratamento dos efeitos do repouso prolongado no leito. Entretanto, ainda existe ampla variabilidade na pratica assistencial e nao padronizacao de indicadores de qualidade especificos para fisioterapia intensiva. Esse estudo do tipo antes-depois teve por objetivos mensurar a qualidade da assistencia da fisioterapia por meio de 15 indicadores e da ocorrencia de eventos sentinelas, avaliando tambem o impacto da implementacao de protocolos assistenciais e treinamento de profissionais. Os percentuais de adesao aos indicadores foram avaliados durante um mes antes da intervencao, que consistia na padronizacao de processos atraves de protocolos assistenciais e qualificacao da equipe (treinamento, material de apoio e feedback individual para as situacoes de nao conformidade). Os indicadores foram reavaliados apos seis meses da intervencao com resultados expressos em percentagem e comparacoes realizadas atraves de teste de chi quadrado, sendo considerados significativos se p<0.05. Foram avaliados 89 pacientes (48 no grupo pre-intervencao e 41 no grupo pos-intervencao), sendo registradas 1246 e 1191 observacoes, respectivamente. Entre os indicadores relacionados a populacao global, houve melhora significativa no registro do controle radiografico, das decisoes da visita multiprofissional, da passagem de plantao e melhor adesao as condutas definidas na visita multiprofissional. Dos indicadores relacionados a populacao sob ventilacao mecanica, obtidos por observacao direta no leito, houve melhora significativa da adesao ao volume corrente entre 6-8 ml/Kg de peso predito pela altura, a pressao de plato, ao ajuste correto de alarmes da ventilacao mecanica, ao controle da umidificacao da ventilacao mecanica, a troca de equipos da ventilacao mecanica e a fixacao da canula orotraqueal. Dentre os indicadores de ventilacao mecanica coletados por meio dos registros da fisioterapia, houve melhora significativa da adesao ao registro do volume corrente e da pressao do balonete. Houve reducao significativa do numero de eventos sentinelas. Nao houve diferenca significativa entre os grupos na mortalidade em UTI, tempo de internacao, tempo de ventilacao mecanica e tempo livre da ventilacao mecanica em 28 dias. O presente estudo mostrou que e possivel mensurar a qualidade da assistencia da fisioterapia por meio de indicadores de qualidade e da ocorrencia de eventos sentinelas. A implementacao de protocolos assistenciais e treinamento dos profissionais e capaz de melhorar o desempenho da equipe
Palavra-chave Cuidados Críticos
Modalidades de Fisioterapia
Qualidade da Assistência à Saúde
Educação Continuada
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 71 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 71 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22304

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta