Teleoftalmologia como auxilio diagnostico nas doencas infecciosas e inflamatorias oculares

Teleoftalmologia como auxilio diagnostico nas doencas infecciosas e inflamatorias oculares

Título alternativo Teleophthalmology as an auxiliary approach in the diagnosis of infectious and inflammatory ocular diseases : validation of assyncronous method of consultation
Autor Finamor, Luciana Peixoto dos Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: A telemedicina e definida como a provisao de servicos ligados aos cuidados com a Saúde, nos casos em que a distancia e um fator critico; a teleoftalmolgia ainda nao e utilizada no Brasil para fins de diagnostico e tratamento. O objetivo deste estudo e, atraves de metodo assincrono de consultoria, avaliar a eficacia da teleoftalmologia como auxilio diagnostico nas doencas infecciosas e inflamatorias oculares, em pacientes com ou sem a Sindrome da ImunodefiCiência Humana (AIDS) assim como, avaliar os principais fatores limitantes para a realizacao e conclusao da consultoria, a concordancia de respostas interobservadores e a padronizacao e validacao do metodo. Metodos: Duzentas e trinta e tres fotos (retinografias e/ou exames de biomicroscopia) em diapositivos 35-mm (oslideso) de 87 pacientes foram digitalizadas e armazenadas em disco magnetico de 600 MB (oCD-ROMo) para posterior analise, em monitor de computador, por dois consultores especialistas em uveites, que responderam formulario e questionario de consultoria indicando o diagnostico provavel, tratamento e/ou conduta e as dificuldades encontradas para a conclusao da consultoria. Teste estatistico oKappao foi utilizado para avaliacao da concordancia entre os observadores. Valores de kappa acima de 0.7 indicam concordancia excelente; valores entre 0.4 e 0.7 indicam concordancia moderada/boa e valores menores que 0.40 indicam concordancia ruim. Resultados: A concordancia diagnostica observada na consultoria, em relacao ao opadrao ouroo, foi de 73.5% para ambos os consultores. SuGestão de tratamento e/ou conduta nao foi possivel em 8% dos casos para o consultor A, e em 10.4% para o consultor B. A falta de dados clinicos (kappa: 0.8) e a ma qualidade das imagens (kappa: 0.74) foram os motivos com maior concordancia em relacao as dificuldades para conclusao da consultoria. Conclusao: A teleoftalmologia atraves de consultoria por metodo assincrono, foi eficaz para o diagnostico de doencas infecciosas e inflamatorias oculares, em pacientes com ou sem AIDS. A falta de dados clinicos detalhados e a ma qualidade das imagens enviadas foram os principais fatores limitantes para a conclusao da consultoria. A partir deste estudo serao possiveis o aprimoramento do formulario de consultoria e a implantacao de Servico de Teleoftalmologia no Departamento de Oftalmologia -UNIFESP- EPM
Palavra-chave Humanos
Telemedicina
Oftalmologia
DIAGNOTICO
Uveíte
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
Humanos
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 119 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 119 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22286

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta