Methanobrevibacter smithii na microbiota fecal e metano no ar expirado em criancas escolares vivendo em diferentes condicoes socioambientais

Methanobrevibacter smithii na microbiota fecal e metano no ar expirado em criancas escolares vivendo em diferentes condicoes socioambientais

Título alternativo Methanobrevibacter smithii in fecal microbiota and methane in exhaled air in school children from different social and environmental conditions
Autor Araujo Filho, Humberto Bezerra de Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A microbiota intestinal humana possui grande diversidade de microrganismos, desempenhando papel importante no metabolismo. Entre os microrganismos anaerobios, encontra-se a arqueobacteria metanogenica Methanobrevibacter smithii. A producao CH4 no ar expirado esta associada a diversas doencas, no entanto sem estabelecer o papel exato de M. smithii na evolucao destas doencas. Estudos relacionando producao de CH4 e doenca entre as criancas sao escassos, sendo o CH4 encontrado quase exclusivamente em criancas com constipacao intestinal cronica grave e incontinencia fecal por retencao. Este estudo avaliou a producao de CH4 no ar expirado, a presenca M. smithii nas fezes e a relacao entre M. smithii e outros microrganismos da microbiota fecal. Utilizou-se PCR em tempo real para quantificacao de M. smithii e outras bacterias da microbiota em amostras de fezes de escolares, de estratos socioeconomicos distintos. Participaram do estudo 111 criancas de uma favela proxima ao aterro sanitario (FPAS), 35 de uma favela distante do aterro sanitario (FDAS) e 40 de uma escola particular (EP). Quantificou-se M. smithii em todas as criancas participantes, com maiores concentracoes entre as criancas da FPAS. A prevalencia de produtores de CH4 foi de 53% em FPAS, 31% e, FDAS e 21% na EP. Houve correlacao entre M. smithii e Eubacterias totais, E. coli, B. fragilis, Bifidobacterium spp., Lactobacillus spp., S. aureus, C. difficile e C. perfringens na EP, enquanto que na FDAS houve correlacao com todas, exceto S. aures e C. difficile. Concluiu-se que todas as criancas participantes possuem M. smithii na microbiota intestinal, ha uma relacao entre M. smithii e a microbiota das criancas da EP, a producao de CH4 e a concentracao de M. smithii dependem da condicao socioeconomica
Palavra-chave CRIANCA: 6 A 12 ANOS
Methanobrevibacter
Aterros Sanitários
Metano
CRIANCA: 6 A 12 ANOS
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 49 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 49 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22285

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta