Parametros urodinamicos no envelhecimento de homens com obstrucao infravesical

Parametros urodinamicos no envelhecimento de homens com obstrucao infravesical

Título alternativo Age related urodynamic changes in men with bladder outlet obstruction
Autor Ferreira, Fabricio Beltrame Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: A expectativa de vida aumentou linearmente e sem sinais de desaceleracao nos ultimos dois seculos. Os sintomas do trato urinario inferior tem apresentacao progressiva, com aumento de sua prevalencia e gravidade e maior insatisfacao. Ainda nao se sabe o suficiente a respeito dos efeitos do envelhecimento na funcao vesical assim como sua influencia sobre os parametros urodinamicos, especialmente em homens com obstrucao infravesical. Objetivo: Determinar as alteracoes dos parametros urodinamicos relacionadas ao envelhecimento em homens com obstrucao infravesical. Material e metodos: Registros urodinamicos de 255 homens acima dos 40 anos de idade encaminhados por sintomas do trato urinario inferior com obstrucao infravesical comprovada foram revisados. Criterios de exclusao foram: retencao ou infeccao urinarias, cirurgias previas do trato urinario inferior, disturbios neurologicos, bexiga neurogenica, neoplasia de prostata e uso de medicacoes com efeitos na funcao miccional (alfa bloqueadores, inibidores da 5 alfa redutase ou anticolinergicos). Resultados: A idade apresentou distribuicao normal com media de 66,1 ± 9,9 anos e pico na setima decada. Na cistometria, a idade apresentou correlacao negativa com a capacidade (r=-0,270; p<0,001) e complacencia vesicais (r=-0,182; p=0,004). A incidencia de hiperatividade detrusora foi de 63,1% e houve um acrescimo significativo na proporcao de casos com o aumento da faixa etaria (p=0,012), assim como para incontinencia urinaria por hiperatividade (p<0,001). No estudo fluxo-pressao, a idade apresentou correlacao negativa com o volume urinado (r=-0,313; p<0,001), efiCiência de esvaziamento vesical (r=-0,137; p=0,029), fluxo maximo (r=-0,124; p=0,048) e medio (r=-0,165; p=0,008). Nao houve correlacao linear significante entre idade e residuo pos miccional (r=0,074; p=0,240), pressao detrusora no fluxo maximo (r=0,066; p=0.295), pressao detrusora maxima (r=0,039; p=0,537), grau de obstrucao de Schafer (r=0,092; p=0,144), indice de OIV (r=0,105; p=0,094) e indice de contratilidade vesical (r=-0,032; p=0.616). Conclusoes: O envelhecimento esta associado a alteracoes da funcao do trato urinario inferior em homens com obstrucao infravesical, as quais nao devem ser atribuidas pelo grau de obstrucao ou contratilidade detrusora, visto que os mesmos independem da idade
Palavra-chave Masculino
Obstrução do Colo da Bexiga Urinária
Homens
Urodinâmica
Envelhecimento
Masculino
Idioma Português
Data de publicação 2011
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2011. 125 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 125 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22273

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta