Homeopatia nas epidemias: Estudo de Caso com Base em Experiências Recentes.

Homeopatia nas epidemias: Estudo de Caso com Base em Experiências Recentes.

Título alternativo Homeopathy in epidemics: a case study based on recent experiences
Autor Daruiche, Paulo Sergio Jordão Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Sarti, Cynthia Andersen [UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Saúde Coletiva – EPM
Resumo A homeopatia foi estabelecida em seus principios pelo medico alemao Samuel Hahnemann em 1796. Desde entao, tem sido utilizada no tratamento dos individuos, tanto em nivel curativo quanto preventivo, em individuos isolados ou em populacoes. Uma das formas pelas quais ela se manifesta e atuando nas epidemias, usando um metodo descrito pelo proprio Hahnemann. No Brasil, existem diversos relatos de atuacao da homeopatia frente as epidemias; e, na historia recente da Saúde no Brasil, diversos tipos de intervencoes homeopaticas em epidemias foram registrados. Paralelamente, no ultimo seculo vimos um movimento crescente de institucionalizacao da homeopatia no Brasil como um saber legitimado. Houve uma maior atuacao da homeopatia na Saúde coletiva, sua insercao no SUS e a instauracao de politicas publicas, que incluem acoes homeopaticas nas epidemias. Sabemos que, no Brasil, a homeopatia tem atuado nas epidemias desde sua Introdução, em 1843. Mas, como se da a intervencao homeopatica nas epidemias? Como ela opera, quais seus principios diagnosticos e terapeuticos, quais as resistencias a que se lhe opoem? Enfim, qual a efetividade de suas acoes para a Saúde publica, analisando suas possibilidades e limites? Este trabalho propoe-se a responder a essas questoes partindo de uma revisao historica das intervencoes homeopaticas nas epidemias no Brasil desde 1974, atraves do estudo aprofundado de um caso: a atuacao homeopatica do Grupo de Estudos Homeopaticos de São Paulo oBenoit Mureo (GEHSP Benoit Mure) em tres epidemias de locais e epocas diferentes: Meningite em 1974 (na cidade de Guaratingueta/SP); Dengue, em 2007 (em Penapolis/SP); e Dengue, em 2010 (nas cidades de Penapolis/SP, Pereira Barreto/SP e Ipora/GO). Este grupo foi escolhido pela sua expressividade, pois nas suas acoes foram alcancadas cerca de 100 mil pessoas, e por usar a mesma metodologia por mais de 35 anos

Homeopathy was established in its principles by German physician Samuel Hahnemann in 1796. Since then, it has been used in the treatment of individuals, at both curative and preventive level, in isolated individuals or populations. One of the ways in which it manifests itself is acting in epidemics, using a method described by Hahnemann himself. In Brazil, there are several reports of action of homeopathy in the face of epidemics; and, in the recent history of health in Brazil, several types of homeopathic interventions in epidemics were recorded. At the same time, in the last century we saw a growing movement of institutionalization of homeopathy in Brazil as knowledge legitimated. There was a greater role of homeopathy in public health, its insertion in the SUS and the establishment of public politics, which include homeopathic actions in epidemics. We know that, in Brazil, homeopathy has worked in epidemics since its introduction in 1843. But how does the homeopathic intervention in epidemics? How it works, what its diagnostic and therapeutic principles, which the resistances that oppose it? Anyway, what is the effectiveness of its actions on public health by analyzing their possibilities and limits? This study aims to answer these questions starting from a historical review of homeopathic interventions in epidemics in Brazil since 1974, through by an in-depth study of a case: the homeopathic action of St. Paul’s Homeopathic Study Group “Benoit Mure” (Grupo de Estudos Homeopáticos de São Paulo – GEHSP “Benoit Mure”) in three epidemics of different places and times: Meningitis in 1974 (in the city of Guaratinguetá/SP); Dengue fever, in 2007 (in Penápolis/SP); and Dengue fever in 2010 (in the cities of Penápolis/SP, Pereira Barreto/SP and Iporá/GO). This group was chosen for its expressiveness, because in their actions were reached in about 100 thousand people, and by the use the same methodology for over 35 years
Assunto Homeopatia
Epidemias
Saúde Pública
Estudos de Casos
Idioma Português
Data 2012
Publicado em DARUICHE, Paulo Sergio Jordão. Homeopatia nas epidemias: Estudo de Caso com Base em Experiências Recentes. 2012. 197 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2012.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 197 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22269

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: Tese-13473.pdf
Tamanho: 2.623Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)