Desenvolvimento de novos inibidores para a timet oligopeptidase e neurolisina

Desenvolvimento de novos inibidores para a timet oligopeptidase e neurolisina

Autor Dalio, Fernanda Montiel Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O objetivo do presente trabalho foi o desenvolvimento de inibidores para as oligopeptidases timet oligopeptidase (TOP, EC 3.4.24.15) e neurolisina (NEL; EC 3.4.24.16). Esses inibidores tiveram como base um inibidor ja desenvolvido e descrito denominado JA-2 (N-[1-(R, S)-carboxi-3-fenilpropil]-Ala-Aib-Tyr-p-aminobenzoato ou CFP-Ala-Aib-Tyr-PABA). Analogos desse inibidor foram sintetizados contendo residuos de acido aspartico ou arginina na tentativa de explorar uma importante diferenca mapeada na comparacao das estruturas critalograficas da TOP e NEL: na TOP um residuo carregado negativamente (Glu469) esta em posicao de interagir com os residuos P1´ou P2´do substrato enquanto na NEL nessa posicao correspondente encontra-se um residuo carregado positivamente (Arg470). A importancia dessa diferenca entre TOP e NEL foi inicialmente comprovada atraves do estudo cinetico com substratos e enzimas contendo mutacoes sitio-dirigidas (TOP E469R e NEL R470E) e que posteriormente foram importantes tambem na caracterizacao dos inibidores analogos do JA-2 sintetizados. Em relacao ao JA-2 o CFP-Ala-Arg-Tyr-PABA apresentou maior afinidade e seletividade para a timet oligopeptidase e poderia substituir o JA-2 nas dosagens da atividade TOP-simile em extratos de celulas ou tecidos. Os analogos CFP-Asp-Ala-Tyr-PABA e o CFP-Ala-Tyr-Asp-PABA apresentaram maior seletividade e constantes de inibicao sub-micromolar para a NEL e se combinados com substratos seletivos podem tambem ser usados para a dosagem dessa peptidase, que hoje e feita utilizando-se como inibidor o dipeptideo Pro-Ile que tem baixa afinidade Ki~1mM e uma solubilidade em agua tambem baixa o que torna os ensaios pouco precisos e reprodutiveis. Inibidores especificos sao ferramentas importantes para o estudo da funcao de uma enzima. No caso da TOP estudos com JA-2 foram importantes para se concluir que a TOP participa da degradacao de peptideos gerados pela degradacao de proteinas no citosol modulando os peptideos que podem ser apresentados pelo MHC classe I. Porem, como o JA-2 tambem inibe a NEL fica a duvida da participacao ou nao dessa peptidase nesse sistema. A maior seletividade do CFP-Ala-Arg-Tyr-PABA (30 vezes), evita a inibicao conjunta da NEL. Os resultados obtidos com os inibidores, principalmente os compostos contendo Asp/Arg em P1´ comprovaram as predicoes baseadas nas estruturas cristalograficas e sao muito promissores para a continuidade do desenvolvimento planejado
Palavra-chave Inibidores de Proteases
Idioma Português
Data de publicação 2009
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2009. 86 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 86 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22259

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta