Fabrica de corpos

Título alternativo Body factory: An ethnographic study on the relationship between body and power at the Foundry Tupy
Autor Castro, Odilon Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A construcao dessa dissertacao divide-se em dois momentos. O primeiro quando estive trabalhando como operario na Fundicao Cofap / Tupy por quase quatro anos e relatei esta experiencia no oDiario da Fabricao. E o segundo momento, dez anos apos a experiencia do trabalho operario, quando eu estava novamente nos portoes da fabrica com o meu caderno de campo realizando uma pesquisa etnografica. Em ambos os diarios: um a-disciplinado e outro disciplinado, observei que as indagacoes suscitadas por mim, mas principalmente pelos meus observados, giravam em torno do corpo e das metaforas corporais, como fiz ressaltar em diversas partes desta dissertacao. A ideia do desenvolvimento desta pesquisa foi fazer a Ciência social dos operarios da Fundicao Tupy. Sendo assim, efetuei uma aproximacao etnografica a fabrica, indagando as concepcoes de corpo dos trabalhadores e verificando as relacoes de poder nas quais estao inseridos. Constatei a partir da sistematizacao de discussoes desenvolvidas por autores das Ciências humanas que houve um grande salto tecnologico no universo fabril, inserindo-se e desenvolvendo-se nas relacoes de trabalho, de producao do capital, e por que nao dizer, na subjetividade do trabalhador. O fordismo e o taylorismo nao sao unicos e mesclam-se com outros processos produtivos, entre eles o toyotismo Consignei que a flexibilidade da forca do trabalho no Brasil esta relacionada com essas novas tecnologias, menos fechadas e mais dispersas, mas que continuam apresentando como alvo, mesmo que de maneiras diferentes, o corpo humano: um campo de domesticacao e de rebeldia. A partir das narrativas dos meus interlocutores: trabalhadores e ex. trabalhadores da Fundicao Tupy, pude alcancar nessa pesquisa dois tipos de corpos, num so corpo: o corpo quebrado e o corpo que escapa nos encontros diarios com o poder
Palavra-chave Corpo Humano
Poder (Psicologia)
Trabalho
Trabalhadores
Antropologia Cultural
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 134 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 134 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22253

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta