Relacao das concentracoes de selenio plasmatico, cobre serico e atividade da enzima superoxido dismutase eritrocitaria com perfil lipidico de escolares infectados pelo HIV

Relacao das concentracoes de selenio plasmatico, cobre serico e atividade da enzima superoxido dismutase eritrocitaria com perfil lipidico de escolares infectados pelo HIV

Título alternativo Titulo em ingles: Relation of plasma selenium levels, serum copper and enzymatic activity of erythrocyte superoxide dismutase with lipid profile in HIV infected children
Autor Pugliese, Camila Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Avaliar o estado nutricional de selenio, cobre e atividade da superoxido dismutase em escolares infectados pelo HIV e controles HIV negativos. Metodos: Estudo transversal avaliou escolares pre-puberes infectados pelo HIV (n=51) em acompanhamento interdisciplinar e seus respectivos irmaos saudaveis nao infectados pelo HIV (n=32). Avaliou-se o estado nutricional de selenio, cobre e atividade da superoxido dismutase eritrocitaria, segundo parametros dieteticos, clinicos e bioquimicos. Resultados: Criancas infectadas pelo HIV apresentaram menores valores de escore z de estatura para idade quando comparados ao grupo controle HIV negativo (p=0,0006), sendo tambem encontrado maior prevalencia de baixa estatura (11.8%) (p=0.047). No grupo dos pacientes infectados pelo HIV, verificou-se menor valor medio de selenio plasmatico (p=0.0006), sem diferenca significante na prevalencia de defiCiência deste oligoelemento (96% x 84.4%; p= 0.078). O valor medio de cobre serico foi maior no grupo infectado pelo HIV (p=0.019), alem de menor prevalencia de pacientes com defiCiência de cobre serico (p=00042). No grupo de criancas infectadas pelo HIV, as correlacoes mostraram associacao inversamente proporcional entre selenio plasmatico e o consumo de acidos graxos trans dietetico (r= -0.34; p=0.015). Conclusao: As criancas infectadas pelo HIV apresentam inadequado estado nutricional de selenio e de cobre, que pode influenciar na progressao da doenca pelo HIV. O estado nutricional de micronutrientes poderia auxiliar para a melhoria do quadro clinico dos pacientes infectados pelo HIV, diminuindo as repercussoes clinicas da doenca
Assunto Humanos
HIV
Criança
Selênio
Cobre
Superóxido Dismutase
Dislipidemias
Humanos
Idioma Português
Data 2011
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2011. 135 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 135 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22236

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)