Perda auditiva e hipertensão: achados em um grupo de idosos

Perda auditiva e hipertensão: achados em um grupo de idosos

Título alternativo Hearing loss and hypertension: findings in an older by group
Autor Baraldi, Giovana dos Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Almeida, Laís Castro de Autor UNIFESP Google Scholar
Borges, Alda Christina Lopes de Carvalho Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo As the age advances, the number of chronic diseases also grows, the systemic arterial hypertension (SAH) and hearing loss having a significant prevalence in aged people. OBJECTIVE: To compare and analyze anamnesis and threshold tonal audiometry results in both hypertensive and non-hypertensive patients. STUDY DESIGN: Transversal contemporany cohort study. MATERIAL AND METHOD: This study has been conducted at UNIFESP in the period from March to November 2003. Seventy people in the age group from 60 to 92 - 15 male and 54 female - were evaluated through anamnesis and threshold tonal audiometry. RESULTS: As to audiology findings of groups studied, a difference can be noted regarding ramp-typed audiometric configuration and buzz claim, both occurring most frequently in non-hypertensive aged people. CONCLUSION: Hypertensive aged people did not present a higher hearing deficit, the degree of hearing loss being similar in both groups. Prevailing audiometric configuration in hypertensive group was that of full-type, while the non-hypertensive group presented a ramp-typed configuration. As to audiologic claims, the non-hypertensive group presented an increased occurrence of buzz claim.

Com o avanço da idade cresce o número de doenças crônicas sendo a hipertensão arterial sistêmica (HAS) e a perda auditiva de grande prevalência na população idosa. OBJETIVO: Comparar e analisar os resultados de anamnese e audiometria tonal limiar de pacientes idosos hipertensos e não-hipertensos. FORMA DE ESTUDO: Estudo de coorte contemporânea transversal. MATERIAL E MÉTODO: Este estudo foi realizado na UNIFESP no período de março a novembro de 2003. Foram avaliados através de anamnese e audiometria tonal limiar 70 idosos, com idade entre 60 e 92 anos, sendo 15 do sexo masculino e 54 do sexo feminino. RESULTADOS: Quanto aos achados audiológicos dos grupos estudados pode-se observar diferença com relação à configuração audiométrica do tipo rampa e a queixa de zumbido, ambas mais freqüentes no grupo dos idosos não-hipertensos. CONCLUSÃO: Os idosos hipertensos não apresentaram maior déficit auditivo, sendo o grau de perda de audição semelhante nos dois grupos. A configuração audiométrica predominante no grupo de idosos hipertensos foi do tipo plana, enquanto que nos não-hipertensos foi do tipo rampa. Com relação às queixas audiológicas, o grupo de não-hipertensos apresentou maior ocorrência da queixa zumbido.
Palavra-chave high pressure
hearing
aged
pressão alta
audição
idoso
Idioma Português
Data de publicação 2004-10-01
Publicado em Revista Brasileira de Otorrinolaringologia. ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, v. 70, n. 5, p. 640-644, 2004.
ISSN 0034-7299 (Sherpa/Romeo)
Publicador ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial
Extensão 640-644
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0034-72992004000500010
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0034-72992004000500010 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2223

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0034-72992004000500010.pdf
Tamanho: 178.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta