Estudo imuno-histoquímico de mecanorreceptores em tendão do músculo supra-espinal de ratos SHR após atividade física prolongada em esteira

Estudo imuno-histoquímico de mecanorreceptores em tendão do músculo supra-espinal de ratos SHR após atividade física prolongada em esteira

Título alternativo Overuse trainning increase mechanoreceptors in supraspinatus tendon of rats SHR
Autor Pochini, Alberto de Castro Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Cohen, Moises Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução A presenca e o comportamento de mecanorreceptores no tendao do musculo supra-espinal do ombro pode ser um passo a mais para compreensao do mecanismo causador da tendinopatia e lesao do manguito rotador do ombro relacionada particularmente a atividade esportiva. Estudos relacionando mecanorreceptores e tendoes dos musculos do manguito rotador do ombro sao raros. METODOS Ao final de 16 semanas de corrida em esteira foram estudados por meio de histologia e imuno-histoquimica, seis ratos SHR isogenicos. Outros seis animais foram mantidos como controle. O protocolo de corrida em esteira foi de uma hora de sessao diaria de corrida a uma velocidade de 17 m/min, cinco vezes por semana durante quatro meses. Os tendoes do musculo supra-espinal foram avaliados com metodo histologico e imuno-histoquimico com utilizacao de anticorpos contra proteina S100. RESULTADOS Ao final de quatro meses de corrida em esteira houve aumento significante da expressao da proteina S100 nos tendoes do musculo supra--espinal dos ratos corredores (4,3) em comparacao com o grupo controle (0,6). A luz dos conceitos atuais nao foram observadas alteracoes significantes com relacao a modificacoes compativeis com tendinopatia.CONCLUSAO A atividade fisica prolongada em esteira pode aumentar o numero de mecanorreceptores no tendao do musculo supra-espinal em ratos SHR. Entretanto nao pode ser observada tendinopatia franca nesses ratos segundo os ultimos criterios de avaliacao de tendinopatia em animais
Palavra-chave Músculos
Ombro
Tendinopatia
Técnicas imunoenzimáticas
Ratos endogâmicos SHR
Mecanorreceptores
Idioma Português
Data de publicação 2010
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2010. 53 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 53 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22221

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta