Os efeitos da hipóxia simulada pioram as funções cognitivas, estado de humor e padrão de sono em jovens saudáveis

Os efeitos da hipóxia simulada pioram as funções cognitivas, estado de humor e padrão de sono em jovens saudáveis

Título alternativo The simulated effects of hypoxia worsen cognitive function, mood and sleep patterns in healthy young
Autor Lemos, Valdir de Aquino Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Mello, Marco Tulio de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Psicobiologia – São Paulo
Resumo Introdução: embora haja controversias, a hipoxia pode alterar o estado de humor, padrao de sono e diversas funcoes cognitivas, incluindo a memoria, a atencao, as funcoes executivas, a tomada de decisao, o tempo de reacao entre outras. Objetivo: foi o de avaliar os efeitos da hipoxia simulada a 4500 m durante 29 horas sobre a cognicao, estado de humor e padrao de sono em jovens saudaveis. Metodo: a amostra foi composta por 20 voluntarios saudaveis de genero masculino com idade entre 20 e 30 anos, distribuidos aleatoriamente em 2 grupos. Grupo Normoxia (GN) e Grupo Hipoxia (GH). O protocolo experimental teve duracao de 2 dias e 3 noites consecutivas com 29 horas de exposicao a hipoxia. Foi avaliada a memoria, a atencao, a tomada de decisao, o tempo de reacao (TR), as funcoes executivas e o potencial intelectual, alem do estado de humor. Estas avaliacoes foram realizadas duas vezes, a primeira em normoxia e a segunda apos 29 horas na hipoxia. O sono foi avaliado pela polissonografia em tres momentos: o primeiro em normoxia, o segundo na hipoxia e o terceiro em nomoxia. Resultados: em relacao aos principais resultados quando se compara os grupos observa-se que a hipoxia reduziu a efiCiência do sono (p= 0,0001), rapid eye movement Sono (REM) (p= 0,0066), aumentou as apneias centrais (p= 0,0496) e a fadiga (p= 0,003). Ja o vigor reduziu (p= 0,002) em condicao de hipoxia. Alem disso, as reacoes complexas e multiplas (estimulos corretos (p= 0,0005), tempo de reacao simples e atencao (Media do Tempo de reacao (TR) (p= 0,004) e tomada de decisao (Comportamento arriscado, p= 0,025), pioraram em condicao de hipoxia. Conclusoes: Os efeitos da hipoxia alteram o padrao de sono, reduzindo o sono de ondas lentas e o sono REM, piorando a efiCiência do sono e aumento dos despertares, das apneias centrais e dos indices de apneia e hipopneia. O estado de humor piorou, incluindo a raiva, a fadiga, a tensao, a ansiedade e o vigor. Alem disto, houve piora das funcoes cognitivas, incluindo a atencao, o TR, a tomada de decisao, a memoria, as funcoes executivas, a aprendizagem, a velocidade e o processamento mental. Neste sentido, sugere-se que as mudancas no padrao do sono podem modular o estado de humor e as funcoes cognitivas apos 29 horas na hipoxia
Palavra-chave Altitude
Anóxia
Transtornos Cognitivos
Afeto
Sono/fisiologia
Idioma Português
Financiador Associação Fundo de Incentivo à Psicofarmacologia (AFIP)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Número do financiamento CEPID: 98/143003-3
Data de publicação 2012
Publicado em LEMOS, Valdir de Aquino. Os efeitos da hipóxia simulada pioram as funções cognitivas, estado de humor e padrão de sono em jovens saudáveis. 2012. 147 f. Dissertação (Mestrado) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2012.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 130 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22212

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-13414.pdf
Tamanho: 5.275MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta