REM sleep deprivation in an experimental model of Parkinson's disease

REM sleep deprivation in an experimental model of Parkinson's disease

Título alternativo Privação de sono REM em um modelo experimental da doença de Parkinson
Autor Andrade, Luiz Augusto Franco de Autor UNIFESP Google Scholar
Lima, José G. C. Autor UNIFESP Google Scholar
Tufik, Sergio Autor UNIFESP Google Scholar
Bertolucci, Paulo Henrique Ferreira Autor UNIFESP Google Scholar
Carlini, Elisaldo Araujo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Previous investigations have shown that REM sleep deprived (REM SD) rats display an enhanced response to dopamine agonists. This action seems to be mediated through a supersensitivity of dopamine post-synaptic receptors. Accordingly, REM SD was performed on rats with an experimental model of Parkinson's disease. The animals were bilaterally lesioned in the nigrostriatal pathway through a stereotaxically directed electrical current. Seven days after the surgery the animals were REM SD for 72 hours and immediatelly after the end of this period were observed in an open field for ambulation, rearing, grooming, and latency. In comparison with non-deprived rats there was a significant increase in ambulation and rearing, a response that appeared again after a second REM SD period on day 21th after the surgery. These data of improvement of two parameters of an experimental model of Parkinson's disease suggest that SD may be useful in this condition.

Investigação prévia mostrou que ratos privados de sono (REM SD) mostram acentuação de resposta a agonistas dopaminérgicos. As evidências indicam que essa ação parece ser mediada por supersensibilização de receptores dopaminérgicos pós-sinápticos. Com base nisso, foi feita REM SD em ratos com modelo experimental da doença de Parkinson, nos quais foi feita lesão eletrolítica bilateral de ambas as vias nigro-estriatais. Sete dias após a cirurgia os animais eram submetidos a REM SD por 72 horas. Imediatamente após o final deste período era feita observação em campo aberto para a ambulação, rearing, grooming e latência. Em comparação com ratos não-privados foi observado aumento significativo na ambulação e rearing, resposta que reapareceu após um segundo período de REM SD, realizado 21 dias após a cirurgia. Estes dados, de melhora de dois parâmetros de modelo experimental da doença de Parkinson, sugerem que a privação de sono pode ser útil nesta doença.
Idioma Inglês
Data de publicação 1987-09-01
Publicado em Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 45, n. 3, p. 217-223, 1987.
ISSN 0004-282X (Sherpa/Romeo)
Publicador Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Extensão 217-223
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X1987000300001
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-282X1987000300001 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/222

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-282X1987000300001.pdf
Tamanho: 552.1KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta