Artroscopia da articulação escapulotorácica: um novo método de posicionamento e sua aplicação clínica

Artroscopia da articulação escapulotorácica: um novo método de posicionamento e sua aplicação clínica

Título alternativo Arthroscopy of the scapulothoracic articulation: a new positioning method new and its clinical apllication
Autor Andreoli, Carlos Vicente Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Faloppa, Flávio Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: A artroscopia da articulacao escapulotoracica e um procedimento em desenvolvimento com poucas indicacoes, principalmente pela possibilidade de lesoes vasculonervosas e penetracao da cavidade toracica. Objetivo: avaliar um novo posicionamento do paciente e sua relacao com os portais de seguranca, tempo cirurgico e edema intra e pos-operatorio, bem como sua aplicacao clinica. Metodo: No estudo anatomico, foram realizadas 20 artroscopias da articulacao escapulotoracica em 20 cadaveres de humanos, com paciente em posicao de decubito ventral, o braco em rotacao medial ou oasa de galinhao, com coxim sob o ombro. A seguir, realizava-se a demarcacao dos portais artroscopicos. Todos os cadaveres foram submetidos a resseccao da bursa escapulotoracica e do angulo supero-medial da escapula. Foram analisados o tempo cirurgico e o grau de edema intra e pos-operatorio. Nos estudo clinico, foram realizadas de 2004 a 2010, nove artroscopias escapulotoracicas, sendo dois casos de osteocondromas e sete casos da sindrome da escapula em ressalto. Todas as cirurgias foram realizadas na posicao de oasa de galinhao, com o coxim sob o ombro. O seguimento medio foi de 38 meses. Analise estatistica foi realizada por meio do teste t de Student (t), curva receiver operating characteristic (ROC) e teste de Wald (Wald X2). Resultados: No estudo anatomico, a posicao em oasa de galinhao, com o coxim sob o ombro, propiciou adequada visibilizacao e acesso a articulacao escapulotoracica. O tempo medio para resseccao da bursa foi de 29,5 minutos e para resseccao do angulo supero-medial da escapula, foi de 21,5 minutos. O tempo total do procedimento foi, em media, de 51,5 minutos. Os portais mediais e o portal superior (portal de Bell) sao adequados para realizacao da resseccao da bursa e do angulo supero-medial da escapula. A presenca do edema acentuado ocorreu nas artroscopias com duracao igual ou maior que 50 minutos. No estudo clinico, os dois osteocondromas melhoraram pela escala analogica visual da dor de 4,5 para 0 e o retorno ao esporte em media apos dois meses. Nos sete casos da sindrome da escapula em ressalto, pela escala visual analogica da dor, houve melhora de 7,7 para 0,6. Pela escala da UCLA, obtivemos cinco casos excelentes e dois bons. Conclusao. O posicionamento em oasa de galinhao, com o coxim sob o ombro, apresenta adequada visibilizacao e espaco para o acesso a articulacao escapulotoracica. Os portais mediais e o portal superior (portal de Bell) sao adequados para realizacao resseccao da bursa e do angulo supero-medial da escapula. O tempo cirurgico inferior a 50 minutos minimiza a chance de desenvolver edema acentuado intra e pos-operatorio. A artroscopia escapulotoracica mostrou-se eficaz no tratamento das afeccoes escapulotoracicas
Palavra-chave Humanos
Artroscopia
Cadáver
Escápula
Endoscopia
Humanos
Idioma Português
Data de publicação 2010
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2010. 79 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 79 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22196

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta