Transplante autologo de celulas tronco epiteliais da conjuntiva cultivadas ex vivo em pacientes com defiCiência total do limbo

Transplante autologo de celulas tronco epiteliais da conjuntiva cultivadas ex vivo em pacientes com defiCiência total do limbo

Título alternativo Transplantation of autologous conjunctival epithelial stem cells cultivated ex vivo in patients with total limbal stem cell deficiency
Autor Ricardo, Jose Reinaldo da Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: Avaliar a eficacia do transplante autologo de celulas tronco epiteliais da conjuntiva cultivadas ex vivo na reconstrucao da superficie da cornea de pacientes com defiCiência total do limbo. Metodos: Doze olhos de 10 pacientes com defiCiência total do limbo de varias etiologias foram selecionados para serem submetidos ao transplante autologo de celulas tronco epiteliais da conjuntiva. Foi realizado o cultivo de 12 explantes da conjuntiva forniceal superior destes pacientes sobre membrana amniotica humana desepitelizada em meio de cultura DMEM: F12 suplementada com fatores de crescimento. Foram avaliadas: a capacidade de expansao das celulas cultivadas pela medida da area de expansao celular sobre a membrana amniotica; suas caracteristicas morfologicas pela microscopia de fase invertida e microscopia eletronica de transmissao; e suas caracteristicas fenotipicas pela analise imunocitoquimica com os marcadores de celulas epiteliais da cornea CK3 e da conjuntiva CK19, de celulas progenitoras p63 e ABCG2, de proliferacao Ki-67, de juncoes intercelulares CX43 e de mucinas MUC5AC. Apos seguimento minimo de 12 meses da cirurgia, foram avaliadas acuidade visual, biomicroscopia, microscopia confocal in vivo, analise citologica e imunocitoquimica do epitelio da cornea dos olhos submetidos ao transplante de celulas tronco epiteliais da conjuntiva cultivadas ex vivo. Nos pacientes que necessitaram de transplante de cornea em um segundo tempo foram repetidas avaliacao da acuidade visual e biomicroscopia. Os botoes corneanos oriundos dos transplantes de cornea foram submetidos a exame anatomo-patologico e analise imunohistoquimica para os marcadores CK3, CK19, Ki-67, p63 e CX43. Resultados: O epitelio conjuntival cultivado formou 4-5 camadas de celulas com a presenca de juncoes intercelulares, hemidesmossomos e desmossomos. A analise imunocitoquimica mostrou positividade para CK3, CK19, MUC5AC, Ki-67, p63 e ABCG2. Apos o transplante das celulas epiteliais conjuntivais cultivadas ex vivo, observou-se melhora da transparencia e da regularidade epitelial e diminuinicao da neovascularizacao da superficie da cornea em 10 de 12 olhos operados (83.3%) em um tempo de seguimento medio de 18.5 meses (variacao de 15 a 26 meses). Analise citologica, imunocitoquimica e de microscopia confocal in vivo evidenciou um padrao epitelial de cornea e conjuntiva da superficie da cornea reconstruida. Dos 3 olhos submetidos a ceratoplastia penetrante, os botoes das corneas retirados mostraram um epitelio estratificado, com 5-6 camadas de celulas, sendo raras celulas coradas pelo acido periodico de Schiff (PAS). A analise imunohistoquimica desses botoes evidenciou positividade para CK3, CK19, p63, conexina 43 e MUC5AC. Conclusoes: O transplante autologo de celulas tronco epiteliais da conjuntiva cultivadas ex vivo apresentou-se eficaz na reconstrucao da superficie da cornea de olhos portadores de defiCiência total do limbo
Palavra-chave Túnica Conjuntiva
Meios de Cultura
Epitélio
Transplante
Limbo da Córnea
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 54 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 54 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22186

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta