Efeito da oxigenacao hiperbarica em lesao ototoxica produzida pela Amicacina em cobaias

Efeito da oxigenacao hiperbarica em lesao ototoxica produzida pela Amicacina em cobaias

Título alternativo Effect of hyperbaric oxygen in injury produced by ototoxic Amikacin in guinea pigs
Autor Amora, Luciana de Albuquerque Salviano Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: estudar os efeitos da oxigenacao hiperbarica (OHB) em lesao ototoxica produzida pela Amicacina (AM) administrada pelas vias transtimpanica (TT) ou subcutanea (SC). Metodos: Foram estudados os aspectos funcionais de 24 cobaias albinas, atraves das emissoes otoacusticas produto de distorcao (EOADP) e do potencial evocado auditivo de tronco encefalico (PEATE), previa e posteriormente a aplicacao da Amicacina (600 mg/Kg/dia) e das sessoes de oxigenacao hiperbarica, 2 ATA, 60 minutos, tres sessoes. Os aspectos morfologicos foram avaliados atraves da microscopia eletronica de varredura (MEV). Foram constituidos dois grupos; Grupo com perfuracao timpanica (12 animais) subdividido em quatro subgrupos: OHB I + SS (3 animais, solucao salina + OHB), AM TT (3 animais, AM 8 dias), AM TT + R (3 animais, AM 8 dias + 7 dias de repouso) e AM TT + OHB (3 animais, AM 8 dias + OHB). Grupo sem perfuracao timpanica (12 animais) subdividido em quatro subgrupos: OHB II + SS (3 animais, solucao salina + OHB), AM SC (3 animais, AM 8 dias), AM SC + R (3 animais, AM 8 dias + repouso 7 dias) e AM SC + OHB (3 animais, AM 8 dias + OHB). Resultados: Os animais submetidos apenas a solucao salina e OHB demonstraram preservacao tanto dos aspectos funcionais quanto dos morfologicos durante todo experimento. Os animais submetidos a AM tanto pela via transtimpanica quanto pela via subcutanea apresentaram lesoes significativas das celulas ciliadas da coclea, bem como alteracoes funcionais ao final do experimento. Os animais submetidos a AM e a algum tipo de procedimento, seja OHB ou repouso tambem apresentaram alteracoes significativas tantos dos aspectos funcionais quanto dos morfologicos, nao apresentando diferencas estatisticamente significantes com os animais nao tratados. Conclusao: A OHB nao promoveu alteracoes significativas na morfologia das celulas ciliadas da coclea e nos limiares eletrofisiologicos das cobaias submetidas ao uso de AM nas duas formas de administracao propostas neste estudo. O estado funcional das celulas ciliadas externas da coclea de cobaias submetidas ao uso de AM pela via subcutanea nao apresentou ganho significativo apos a OHB
Palavra-chave Cóclea
Oxigenação Hiperbárica
Amicacina
Cobaias
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 76 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 76 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22182

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta