A percepcao dos profissionais de enfermagem quanto a adocao de uma nova tecnologia em Saúde - cateter venoso periferico com dispositivo de seguranca

A percepcao dos profissionais de enfermagem quanto a adocao de uma nova tecnologia em Saúde - cateter venoso periferico com dispositivo de seguranca

Autor Silvestre, Selma Elisa Valente Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução - Este estudo aborda o tema sobre as novas tecnologias em Saúde, com foco no Cateter Venoso Periferico com Dispositivo de Seguranca como contribuicao para a reducao dos acidentes ocupacionais com materiais perfurocortantes. Parte-se da hipotese de que e fundamental o conhecimento sobre a adocao de uma nova tecnologia adotada e a conscientizacao sobre a importancia do autocuidado laboral. Dentro deste contexto, os objetivos do estudo sao: oCompreender a percepcao dos profissionais da equipe de enfermagem quanto a adocao da nova tecnologia em Saúde - Cateter Venoso Periferico com Dispositivo de Seguranca nas Unidades de Clinica Medica das duas instituicoes hospitalares, no ano de 2008, como contribuicao para a reducao de acidentes ocupacionais com materiais perfurocortanteso e oIdentificar a percepcao dos profissionais da equipe de enfermagem da Clinica Medica quanto a importancia do autocuidado para a seguranca na pratica laboral, e como contribuicao para a reducao dos acidentes ocupacionais com materiais perfurocortanteso. Metodo - Quanto aos metodos, a pesquisa e descritiva, com abordagem quantitativa. O metodo utilizado tem a forma de um estudo multicentrico. As instituicoes hospitalares envolvidas foram o Hospital Nereu Ramos e o Instituto de Cardiologia de Santa Catarina. Foi aplicado um questionario junto a cinquenta profissionais da equipe de enfermagem das Unidades de Clinica Medica das duas instituicoes selecionadas. Resultados - Os resultados mais expressivos do estudo foram: 76% (38) foram informados sobre a adocao da nova tecnologia em Saúde; 74% (37) participaram do treinamento ministrado pela empresa vencedora do processo licitatorio; 32% (16) atribuem a nao responsabilizacao da instituicao hospitalar quando esta nao obriga os seus colegas que estavam ausentes a fazerem o treinamento e 54% (27) nao percebem a importancia do autocuidado laboral; 50% (25) opinam que o cateter e de facil abertura e 36% (18) de dificil abertura; 72% (36) opinam que o cateter e de facil manuseio e 22% (11) de dificil manuseio; 74% (37) se sentem mais seguros pos-adocao do cateter com dispositivo de seguranca e 16% (08) nao se sentem seguros; 68% (34) informam que houve reducao dos acidentes ocupacionais com materiais perfurocortantes pos-adocao do cateter e 22% (11) que nao houve reducao; 62% (31) opinam que autocuidado laboral significa ter mais seguranca na pratica laboral e 20% (10) ter responsabilidade por sua propria Saúde; 74% (37) opinam que a instituicao hospitalar se preocupa com a Saúde e a seguranca dos profissionais e 16% (08) que nao se preocupa. Conclusoes - Pode-se destacar que a maioria dos profissionais foi informada sobre a adocao da nova tecnologia em Saúde, participou do treinamento ministrado pela empresa vencedora do processo licitatorio, a instituicao hospitalar se preocupa com a Saúde e a seguranca de seus profissionais, estes profissionais percebem que a nova tecnologia e de facil abertura e manuseio, promovendo mais seguranca no laboro, e houve reducao dos acidentes ocupacionais com materiais perfurocortantes. Entretanto, apesar dos resultados mais expressivos e diante do avanco tecnologico na area da Saúde se faz premente que a Gestão das instituicoes hospitalares considere relevante a elaboracao de um planejamento previo e uma ampla divulgacao da substituicao de uma tecnologia em Saúde, qual o fator responsavel pela nova aquisicao e o porque da adocao. Para tanto, e fundamental um estreitamento das relacoes interpessoais no ambiente laboral entre a Gestão e os profissionais, para que seja promovida modificacoes frente a uma percepcao equivocada da importancia da seguranca e do autocuidado laboral. Isso se deve ao fato de que muitos profissionais nao percebem a importancia do autocuidado laboral, mas entendem o seu significado como ter mais seguranca na pratica laboral e responsabilidade por sua propria Saúde. Assim sendo, se faz necessaria a aplicacao de medidas de prevencao, protecao e treinamento aos profissionais da Saúde nas unidades assistenciais proprias da SES/SC, antes de adotar uma nova tecnologia, haja vista a diversidade de produtos e seus respectivos manuseios. Apesar da maioria dos profissionais participantes deste estudo ter consCiência da importancia do autocuidado laboral, e fundamental estimular a sensibilizacao e conscientizar para a importancia do autocuidado laboral, pois so assim ocorrera uma prestacao de servicos de cuidado com excelencia e evitara acidentes ocupacionais com materiais perfurocortantes. Vale ressaltar que uma percepcao reduzida quanto ao aspecto seguranca, dele mesmo e/ou do paciente, aumenta o risco de inoculacoes acidentais. Diante do exposto, a mensagem para os profissionais da Saúde e essa pesquisadora repassada nesse estudo e de que todo conhecimento apreendido contribuiu para o aprimoramento da pratica profissional, mas faz-se necessaria, tambem, uma reciclagem teorica sobre as novas tecnologias em Saúde. Desse modo, um novo estudo sobre este tema podera contribuir para elucidar mais profundamente essa problematica e complementar os dados achados neste trabalho de pesquisa
Palavra-chave Tecnologia Biomédica
Cateterismo Periférico/instrumentação
Saúde do Trabalhador
Enfermagem
Equipamentos de Proteção
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 51 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 51 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22180

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta