Efeitos do modafinil sobre o aprendizado e a memória de camundongos avaliados na esquiva discriminativa em labirinto em cruz elevado

Efeitos do modafinil sobre o aprendizado e a memória de camundongos avaliados na esquiva discriminativa em labirinto em cruz elevado

Título alternativo Effects of modafinil on learning and memory of mice evaluated in the plus-maze discriminative avoidance task in mice
Autor Fernandes, Helaine Arrais Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Frussa-Filho, Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Psicobiologia – São Paulo
Resumo O modafinil, um psicoestimulante utilizado no tratamento da narcolepsia, da sonolencia excessiva durante o dia e da sonolencia induzida pela sindrome da apneia obstrutiva do sono, parece ser capaz de promover um efeito facilitador de funcoes cognitivas. Tal efeito facilitador tem sido buscado pelas sociedades atuais frente a crescente velocidade do fluxo de informacoes e a pressao social de produtividade. Nesse cenario, verificamos os efeitos da administracao aguda de modafinil (32, 64 ou 128 mg/Kg, i.p.) sobre o aprendizado, a consolidacao e a evocacao de uma memoria discriminativa aversiva, bem como os efeitos da administracao (32, 64 ou 128 mg/Kg por 10 dias, i.p.) sobre a consolidacao e a evocacao dessa memoria em camundongos. A possivel participacao do fenomeno de dependencia de estado tambem foi investigada. Para tanto, utilizamos o modelo da esquiva discriminativa em labirinto em cruz elevado, que avalia concomitantemente o aprendizado, a memoria, os niveis de ansiedade e a locomocao de roedores. A administracao aguda de modafinil nas doses mais elevadas (64 ou 128 mg/Kg) prejudicou a consolidacao da memoria discriminativa e a habituacao ao aparelho, uma memoria nao-associativa. Por outro lado, tais deficits parecem ser revertidos com a administracao repetida dessa droga. Ainda, a administracao aguda pre-treino ou pre-teste de 32 mg/Kg de modafinil promoveu deficits de retencao e evocacao da tarefa discriminativa, respectivamente. De importancia, tais deficits nao foram dependentes de estado. Ainda, a dose de 64 mg/Kg tambem promoveu deficits de retencao quando administrada previamente ao treino. Tais achados nao foram relacionados a alteracoes nos niveis de emocionalidade dos animais. Tomados em conjunto, os presentes achados fornecem evidencias pre-clinicas do potencial amnestico do modafinil.
Palavra-chave Compostos Benzidrílicos/farmacologia
Memória
Aprendizagem
Ansiedade
Locomoção
Idioma Português
Data de publicação 2011
Publicado em FERNANDES, Helaine Arrais. Efeitos do modafinil sobre o aprendizado e a memória de camundongos avaliados na esquiva discriminativa em labirinto em cruz elevado. 2011. 77 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2011.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 65 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22176

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-13400.pdf
Tamanho: 1.499MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta