Influencia da informacao sensorial no equilibrio corporal estatico de idosos vestibulopatas

Influencia da informacao sensorial no equilibrio corporal estatico de idosos vestibulopatas

Título alternativo Influence of sensory information in static body balance in older patients with vestibular disorder
Autor Macedo, Camila Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Avaliar a influencia das informacoes sensoriais no equilibrio corporal estatico de idosos com disfuncao vestibular cronica por meio de teste clinico e laboratorial. Metodo: Estudo transversal analitico descritivo de pacientes com idade igual ou superior a 65 anos, dos generos feminino ou masculino, com diagnostico de disfuncao vestibular cronica, provenientes do Ambulatorio de Otoneurologia da Universidade Federal de São Paulo. A influencia das informacoes sensoriais no equilibrio corporal foi avaliada por meio do Clinical Test of Sensory Interaction and Balance (CTSIB), de acordo com o tempo (segundos) despendido em cada condicao sensorial e pela posturografia da Balance Rehabilitation Unit, de acordo com os parametros de area do centro de pressao (area do COP) e de velocidade de oscilacao corporal (VOC). Realizou-se analise descritiva simples e Teste de Wilcoxon. Resultados: Foram avaliados 123 idosos com disfuncao vestibular cronica, sendo a maioria feminina (79,7%) com media etaria de 73,11 (5,6) anos. O pior desempenho dos idosos no CTSIB ocorreu na condicao sensorial cupula visual/superficie de espuma (SE), sendo, 33% dos casos alterados. As condicoes do CTSIB que apresentaram diferencas significantes entre si foram: superficie firme (SF) e olhos abertos (OA) / (SF) superficie firme e olhos fechados (OF) (p=0,001), (SE) e (OA) / (SE) e (OF) (p<0,001) , (SE) e (OF) / (SE) e cupula visual (p=0,002), sendo o pior desempenho nas condicoes sensoriais (SF) / (OF), (SE) / (OF) e (SE) /cupula visual, respectivamente. Ao comparar as medias da area do COP e da VOC das condicoes da BRU, houve diferenca significante (p<0,05) entre as condicoes (SF) e (OA) / (SF) / (OF), (SF) e estimulo sacadico/ (SF) e estimulo optocinetico vertical, (SF) e estimulo optocinetico horizontal e vertical/ (SF) e estimulo de interacao visuovestibular horizontal e vertical (IVV), (SF) e (IVV) horizontal e vertical/ (SE), sendo (p<0,05), com pior desempenho nas condicoes (SF) e (OF),m,(SF) e estimulo optocinetico vertical, (SF) e (IVV) e (SE) e (OF)nrespectivamente. Houve diferenca significante em relacao a area do COP entre as condicoes (SF) e (OF) / (SF) e estimulo sacadico (p=0,001), com pior desempenho na condicao (SF) e (OF); e em relacao a VOC entre as condicoes (SF) e estimulo sacadico e (SF) e estimulo optocinetico horizontal (p<0,001), com pior desempenho na condicao (SF) e (IVV) vertical. Conclusoes: O presente estudo evidenciou que o equilibrio corporal estatico de idosos com disfuncao vestibular cronica e pior a medida que as condicoes sensoriais sao mais desafiadoras, ou seja, (SE) e perturbacao visual no CTSIB. Em relacao a BRU, a area do COP e a VOC sao piores nas condicoes sensoriais com olhos fechados, interacao visuo-vestibular e superficie instavel
Palavra-chave Humanos
Idoso
Equilíbrio Postural
Doenças Vestibulares
Tontura
Humanos
Idoso
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 75 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 75 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22164

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta