Vacinas para a prevenir herpes zoster em idosos

Vacinas para a prevenir herpes zoster em idosos

Título alternativo Vaccines for preventing herpes zoster in older adults
Autor Gagliardi, Anna Maria Zaragoza Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Soares, Bernardo Garcia de Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: Herpes zoster e uma doenca neurocutanea caracterizada pela reativacao do virus varicela zoster o mesmo virus que causa a varicela. Ele tem a capacidade de permanecer latente nos ganglios sensitivos dorsais da medula espinal apos o episodio de varicela ter sido resolvido. Anos apos, por algum motivo em que ocorre diminuicao da imunidade celular, dentre eles o processo do envelhecimento, pode desencadear a reativacao do virus eclodindo no herpes zoster. E uma condicao que pode ser extremamente dolorosa prejudicando a qualidade de vida do paciente. A vacina, composta com o virus varicela zoster vivo atenuado, ativa a producao de celulas especificas T, evitando, assim, a reativacao viral. Objetivos: Avaliar a efetividade e seguranca da vacinacao para a prevencao de herpes zoster em idosos. Metodologia: Revisao sistematica conforme padrao da Colaboracao Cochrane. Foram realizadas pesquisas em varias bases de dados eletronicas: Cochrane Registro Central de Ensaios Controlados (CENTRAL), MEDLINE, EMBASE, LILACS, e CINAHL. Examinaram-se tambem as referencias dos estudos identificados. Criterios de selecao: Ensaios clinicos randomizados ou quasi-randomizados que compararam a vacina para herpes zoster com placebo ou ausencia de vacina ou outra vacina para prevencao de herpes zoster em idosos (media de idade de 60 anos). Resultados: Foram identificados oito ensaios clinicos randomizados com total de 52.269 participantes. Um estudo foi classificado baixo risco de vies, seis estudos tiveram baixo risco de vies para mascaramento e um estudo foi classificado como alto risco de vies. Quatro estudos compararam vacina para zoster versus placebo, um estudo de vacina para herpes zoster de maior potencia em comparacao com menor potencia, um estudo comparou a vacina para herpes zoster refrigerada com a congelada, um estudo fez a comparacao de vacina para herpes zoster com virus vivo atenuado e virus inativado e um estudo comparou vacina para herpes zoster versus vacina pneumococica. Casos confirmados de herpes zoster foram menos frequentes nos participantes que receberam a vacina do que entre os que receberam placebo: risco relativo 0,49 (intervalo de confianca de 95% 0,43-0,56), com diferenca de risco de 2% e numero necessario para tratar de 50. Analises de acordo com faixas etarias indicaram maior beneficio nos participantes com idade entre 60 e 69 anos, em relacao aos com idade maior ou igual a 70 anos. Eventos adversos sistemicos relacionados com a vacina foram mais frequentes no grupo vacinado. O risco relativo dos dados agrupados dos participantes com um ou mais eventos adversos no local da injecao foi 4,51 (intervalo de confianca 95% 2,35-8,68), e numero necessario para causar dano de 2,8 (intervalo de confianca 95% 2,3-3,4). Os efeitos colaterais foram mais frequentes nos participantes com idade entre 60 e 69 anos do que nos com 70 anos ou mais. Conclusao: A vacina para herpes zoster e efetiva na prevencao dessa doenca. Os beneficios mostraram-se mais evidentes nos individuos entre 60 e 69 anos, porem foram tambem esses os que apresentaram maior numero de eventos adversos. No geral, a vacina contra herpes zoster mostrou-se bem tolerada
Palavra-chave Humanos
Vacinas
Herpes Zoster
Revisão
Metanálise
Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Humanos
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 163 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 163 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22160

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta