Estilos de Vida de Internautas Participantes de um Portal de Prevenção de Doenças Crônicas não Transmissíveis

Estilos de Vida de Internautas Participantes de um Portal de Prevenção de Doenças Crônicas não Transmissíveis

Título alternativo Lifestyles of internet uses participants in a portal for the prevention of chronic noncomminicable diseases
Autor Freitas, Anna Helena Pedreira de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Taddei, Jose Augusto de Aguiar Carrazedo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Pediatria e Ciências Aplicadas à Pediatria – São Paulo
Resumo Introdução: Desde a decada de 60 observam-se mudancas marcantes nos padroes de alimentacao e atividade fisica da populacao concomitante a aumento progressivo nas taxas de sobrepeso e obesidade com consequente crescimento das doencas cronicas nao transmissiveis (DCNT). A maioria dos obitos causados por doencas cronicas tem fatores de risco comuns e modificaveis que incluem alimentacao nao saudavel e sedentarismo. A internet e um dos meios de comunicacao mais utilizado no mundo que, estando sempre disponivel e com garantia de anonimato, tornou-se meio de eleicao para promocao da Saúde. O Portal Estilo de Vida Saudavel, www.Saúde.br e uma fonte de construcao do conhecimento, englobando as areas de alimentacao saudavel e pratica de atividade fisica visando prevenir DCNT. Objetivos: Descrever as caracteristicas sociais, economicas e epidemiologicas e os estilos de vida dos cadastrados no portal a partir de instrumentos validados, correlacionando-as com o estado nutricional. Metodologia: O questionario oEstilo de vida fantasticoo foi traduzido e validado para o portugues recomendando-se sua utilizacao na atencao primaria e em estudos epidemiologicos. Os 526 cadastrados no Portal Estilo de Vida Saudavel receberam o convite para participarem dessa pesquisa. Cerca de 10%, proporcao observada em outros estudos dessa mesma natureza, responderam online o questionario em amostra de 55 participantes para esse estudo transversal. Resultados: A maioria dos individuos da amostra sao mulheres, eutroficas, com nivel de educacao intermediario ou alto, 94,4% utilizou o microcomputador diariamente, sendo que 90% nao fumaram nos ultimos cinco anos, 32,7% praticavam atividade fisica pelo menos 30 minutos por dia cinco ou mais vezes por semana e 54,5% quase sempre consumiam alimentacao balanceada. Menos que um terco (21,8%) tem estilo de vida bom ou regular, com riscos quatro vezes maiores (OR=4,37) de apresentarem sobrepeso e obesidade do que os com estilo de vida muito bom ou excelente. Discussao: Como evidenciado acima, outros estudos tambem mostraram que participantes de ositeso de promocao da Saúde geralmente tem melhores estilos de vida, com menos sobrepeso, tabagismo, sedentarismo e maiores consumos de frutas verduras e legumes. Estudos anteriores utilizando o mesmo instrumento de avaliacao do estilo de vida ainda nao tinham demonstrado sua forte associacao com o estado nutricional, achado original dessa pesquisa. Conclusao: Conclui-se que, embora ainda sejam limitadas as evidencias de que o uso da internet para a educacao nutricional esta e uma ferramenta inovadora e promissora para motivar as pessoas a desenvolverem vidas mais saudaveis
Palavra-chave Humanos
Internet
Estilo de Vida
Doença Crônica
Humanos
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em FREITAS, Anna Helena Pedreira de. Estilos de Vida de Internautas Participantes de um Portal de Prevenção de Doenças Crônicas não Transmissíveis. 2012. 52 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2012.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 62 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22159

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-13350.pdf
Tamanho: 1.162MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta