Avaliacao dos fatores de risco para litiase renal no pos-operatorio tardio de cirurgia bariatrica

Avaliacao dos fatores de risco para litiase renal no pos-operatorio tardio de cirurgia bariatrica

Título alternativo Evaluation of risk factors for nephrolithiasis after bariatric surgery
Autor Froeder, Leila Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A cirurgia bariatrica tem sido associada ao aumento da excrecao de oxalato e ao risco elevado de nefrolitiase. Os objetivos deste trabalho foram de investigar as possiveis alteracoes metabolicas e nutricionais, o estado de colonizacao por Oxalobacter formigenes (O.formigenes) e a resposta a sobrecarga de oxalato de pacientes nos periodos de pre e pos-operatorio de cirurgia bariatrica. Um total de 61 pacientes que realizaram cirurgia bariatrica (CB; 51F/10M; 47±10 anos) e um grupo controle de 30 obesos morbidos (OM; 24F/6M, 48±9 anos) foram submetidos a exames laboratoriais para avaliacao de parametros sericos e urinarios envolvidos na litogenese. Dez (10) CB e 13 OM forneceram amostras de fezes para investigacao da presenca de Oxalobacter formigenes. Vinte e dois (22) CB e 21 OM foram submetidos a um teste de sobrecarga de oxalato (TOx). O TOx consistiu-se de urinas de duas horas obtidas em jejum, 2, 4 e 6 horas apos a inGestão de 375mg de oxalato (suco de espinafre). Um subgrupo de dez pacientes foram submetidos ao TOx antes (CB-pre) e apos 6 meses (CB-pos) do procedimento cirurgico. O IMC medio foi significantemente menor nos CB vs OM (p<0.001). O numero de pacientes com volume urinario diminuido foi significantemente superior nos CB vs OM (82% vs 37%, p<0.001). A prevalencia de hipocitraturia (34% vs 17%, p=0.13) e de hiperoxaluria (20% vs 13%, p=0.36), embora nao significante, foi maior nos bariatricos em comparacao com os OM. A excrecao urinaria de oxalato foi significantemente maior nos CB vs OM durante todos os periodos que seguiram a sobrecarga de oxalato (0.20±0.05 vs 0.13±0.03 mg/mg creatinina, p<0.001) e tambem nos CB-pos vs CB-pre (0.18±0.04 vs 0.14±0.05 mg/mg creatinina, p<0.001). Nao houve diferenca significativa no estado de colonizacao intestinal por O.formigenes nos CB vs OM. A resposta urinaria exagerada ao oxalato dietetico nos bariatricos sugere que a hiperabsorcao intestinal de oxalato e um dos mecanismos responsaveis pela hiperoxaluria no pos-operatorio de cirurgia bariatrica
Palavra-chave Humanos
Cirurgia Bariátrica
Nefrolitíase
Hiperoxalúria
Humanos
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 98 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 98 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22151

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta