Avaliacao da producao de biofilme de isolados clinicos do genero Trichosporon e sua susceptibilidade a triazolicos

Avaliacao da producao de biofilme de isolados clinicos do genero Trichosporon e sua susceptibilidade a triazolicos

Título alternativo Evaluation of the biofilm production of Trichosporon spp. clinical isolates and its susceptibility against triazoles
Autor Iturrieta-Gonzalez, Isabel Antonieta Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: Infeccoes invasivas por Trichosporon spp. tem aumentado consideravelmente nos ultimos anos, principalmente em pacientes neutropenicos e em uso de cateteres. O genero apresenta sensibilidade limitada a diferentes antifungicos, sendo a classe dos triazolicos, a primeira linha de escolha para o tratamento dessas infeccoes. O estudo de fatores de virulencia e vital para entendimento da presenca deste fungo no ambiente, na microbiota e sua disseminacao no paciente. A producao de biofilme, fator pouco explorado no genero, pode ser associada ao desenvolvimento deste patogeno e a persistencia da infeccao mesmo na presenca de antifungicos. Objetivos: i) investigar a producao de biofilme em isolados de diferentes especies do genero Trichosporon, obtidos de amostras de hemocultura, urina e de micoses superficiais; ii) testar a susceptibilidade das celulas planctonicas dos isolados frente aos triazolicos; iii) testar a susceptibilidade das celulas formadoras de biofilme dos diferentes isolados frente aos triazolicos. Material e Metodos: foram analisados 61 isolados de Trichosporon spp.: 19 obtidos de amostras de hemocultura, 20 de urina, 15 de micose superficial e 7 cepas de referencia CBS. Todos foram submetidos a identificacao molecular atraves do sequenciamento da regiao IGS1 do rDNA e ao estudo da formacao de biofilme sobre placas de poliestireno. A quantificacao do biofilme foi feita por coloracao com cristal violeta. Os biofilmes de isolados pertencentes as especies T. asahii e T. asteroides foram estudados por microscopia eletronica de varredura para avaliar a morfologia celular, e por microscopia de fluorescencia, para avaliar a viabilidade celular. Finalmente foi realizado o estudo de susceptibilidade aos triazolicos em celulas planctonicas e em celulas formadoras de biofilme. A CIM em celulas formadoras de biofilme foi obtida atraves do metodo de reducao do XTT. Resultados: A especie mais frequente neste estudo foi T. asahii, correspodendo a 66,7% do total dos isolados clinicos. Os isolados apresentaram elevada capacidade de adesao e formacao de biofilme, sendo T. inkin, T. asteroides e T. faecale, as especies com maiores niveis de formacao. Os ensaios de microscopia eletronica de varredura mostraram que a especie T. asahii apresentou principalmente hifas e artroconidios, enquanto que T. asteroides apresentou principalmente artroconidios curtos e escassas formas de filamentacao. A superficie do biofilme dessas especies apresentaram celulas metabolicamente ativas. Todos os isolados foram sensiveis ao fluconazol e voriconazol, com 52% de isolados com fenotipo SDD para itraconazol nas especies T. asahii e T. faecale. As celulas formadoras de biofilme dos 54 isolados clinicos estudados e de 5 cepas de referencia CBS foram resistentes a fluconazol, itraconazol e voriconazol, no entanto, as cepas de referencia T. asahii CBS 2479 e T. mucoides CBS 7625 apresentaram sensibilidade frente a fluconazol e voriconazol, respectivamente. Conclusoes: O sequenciamento da regiao IGS1 permite uma identificacao acurada de especies do genero Trichosporon. Os niveis de formacao de biofilme observados sao similares ou ate maiores aos descritos para o genero Candida. Isolados de diferentes especies de Trichosporon que apresentaram diferentes micromorfologias sao capazes de produzir altas quantidades de biofilmes maduros, com celulas metabolicamente ativas em suas superficies. As celulas planctonicas dos isolados clinicos foram sensiveis a fluconazol e voriconazol, sendo este ultimo, o que apresenta uma melhor atividade in vitro. As celulas formadoras de biofilme de todos os isolados clinicos de Trichosporon spp. foram pelo menos 1000 vezes mais resistentes a voriconazol
Palavra-chave Humanos
Trichosporon
Biofilmes
Suscetibilidade a Doenças
Antifúngicos
Triazóis
Humanos
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 125 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 125 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22149

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta