Efeito da N-acetilcisteina e do precondicionamento isquemico sobre o figado reduzido submetido a isquemia e reperfusao em camundongos

Efeito da N-acetilcisteina e do precondicionamento isquemico sobre o figado reduzido submetido a isquemia e reperfusao em camundongos

Título alternativo Effect of N-acetylcysteine and ischemic preconditioning on liver reduced subjected to ischemia and reperfusion in mice
Autor Silva, Sônia Maria da Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo As disfuncoes do figado apos o transplante podem estar relacionadas ao tamanho do enxerto e a lesao de isquemia e reperfusao (I/R). O precondicionamento (PCI), assim como a N-acetilcisteina (NAC) parecem exercer efeito benefico no parenquima hepatico. Objetivo: O proposito deste estudo foi avaliar em duas series, a modulacao pela NAC e/ou PCI no figado reduzido, associado ou nao a lesao de I/R. Metodos: Para tanto, foram utilizados camundongos C57BL/6, machos, com 8 semanas. Na primeira serie, animais com hepatectomia de 50% foram distribuidos nos seguintes grupos: G-Hep u somente hepatectomia; G-Hep+Nac - hepatectomia + tratamento previo (15 min) com 150mg/kg de NAC via veia cava; G-Hep+IPC - hepatectomia + tratamento previo com PCI (oclusao seletiva do hilo hepatico por 5 minutos e 10 de reperfusao); G-IPC+Hep+Nac - em que se associou o IPC e a NAC a hepatectomia. Na serie 2, repetiram-se os grupos com a associacao da isquemia de 30 min por oclusao seletiva do pediculo hepatico e reperfusao. Todos animais foram mantidos em colchao aquecido a 38oC e anestesiados com cetamina e xilazina. Apos 24 horas, sob anestesia, o sangue foi coletado para avaliacao bioquimica e o figado remanescente para processamento histologico. As laminas foram coradas com HE ou marcadas por imunohistoquimica para PCNA. O. Considerou-se significancia para p&#8804;0,05. Resultados: A AST mostrou-se elevada em todos os grupos refletindo a lesao induzida pela hepatectomia e pelas intervencoes. Entretanto, ao se avaliar a ALT, que retrata a funcao celular hepatica, observa-se que a inducao, seja de IPC (serie1) ou IR (serie 2), promove maior aumento da atividade comparada a hepatectomia isolada, ainda que esta elevacao nao apresente significancia (p>0,05 ). Ao se avaliar o efeito da NAC, observa-se diminuicao da atividade da ALT em todos os grupos, mesmo na associacao da hepatectomia com IR ou PCI (p<0,05), refletindo uma modulacao da lesao. Quanto a morfologia, a ocorrencia de necrose decorrente da IR foi atenuada pela NAC e pelo IPC. O modelo experimental de figado reduzido a 50% promoveu a regeneracao do figado remanescente, que foi acentuada pelas modulacoes, inclusive com efeito sinergico na associacao das modulacoes, segundo o numero total de hepatocitos, hepatocitos binucleados e PCNA. Conclusoes: A NAC, isolada ou em associacao com o PCI, manteve a funcao do parenquima hepatico remanescente mais preservado, alem de estimular a regeneracao, em modelo de experimental de figado reduzido em camundongos
Assunto Animais
Fígado
Hepatectomia
Precondicionamento Isquêmico
Traumatismo por Reperfusão
Isquemia
Camundongos Endogâmicos C57BL
Animais
Idioma Português
Data 2011
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2011. 93 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 93 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22125

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta