Prejuízo de memória em animais privados de sono paradoxal: efeitos de drogas que alteram o padrão de sono

Prejuízo de memória em animais privados de sono paradoxal: efeitos de drogas que alteram o padrão de sono

Título alternativo Memory impairment in paradoxical sleep deprived rats: effect of drugs that modify sleep pattern
Autor Ota, Simone Marie Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Suchecki, Deborah Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Psicobiologia – São Paulo
Resumo Existem diversas evidencias acerca do papel do sono na memoria. Entre os varios trabalhos que investigam essa relacao, muitos utilizam a privacao de sono paradoxal (PSP) para demonstrar a importancia dessa fase nos processos mnemonicos. Entretanto, observa-se que a PSP por 96h antes do treino da tarefa de esquiva inibitoria por multiplas tentativas (EIMT) causa prejuizo na aquisicao da tarefa. Mesmo quando os animais sao treinados ate atingirem um criterio de aquisicao, apresentam deficit de desempenho no teste realizado 24 h depois. Em estudo de nosso laboratorio observa-se que a PSP por 96 h induz um rebote de SP e uma reducao de sono de ondas lentas (SOL) nas 24 h subsequente ao termino da privacao de sono. Nossa hipotese foi de que esse aumento de sono paradoxal (SP) e/ou diminuicao de SOL tenha prejudicado a consolidacao da memoria no periodo entre o treino e o teste de EIMT. Para testa-la, uilizamos duas drogas que aumentam o SOL e/ ou diminuem SP, o gaboxadol e o litio. Na primeira etapa do estudo, verificamos os efeitos da administracao de tres doses de cada uma dessas substancias sobre o desempenho na tarefa de EIMT, em animais controle e privados de de sono. Na segunda etapa, observamos os efeitos das drogas no padrao de sono/vigilia de outros animais sob as mesmas condicoes. Observou-se que a maior dose de litio, mas nenhuma de gaboxadol, reverteu os efeitos da privacao. Alem disso, essa dose da droga diminuiu o SP e o sono de transicao dos animais do grupo PS. A partir dos resultados obtidos conclui-se que o aumento de SP apos o treino da tarefa de EIMT prejudica a consolidacao da memoria, e esse prejuizo e prevenido pela administracao da dose de litio que diminui o rebote dessa fase de sono
Assunto Animais
Sono
Privação do Sono
Memória
Lítio
Aprendizagem da Esquiva
Ratos Wistar
Animais
Idioma Português
Financiador Associação Fundo de Incentivo à Psicofarmacologia (AFIP)
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data 2012
Publicado em OTA, Simone Marie. Prejuízo de memória em animais privados de sono paradoxal: efeitos de drogas que alteram o padrão de sono. 2011. 140f. Dissertação (Mestrado) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2012.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 140 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22121

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: Tese-13322.pdf
Tamanho: 1.752Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)