Estudo da variabilidade genetica do antigeno de superficie GP82 de tripomastigotas metaciclicos de Trypanosoma cruzi

Estudo da variabilidade genetica do antigeno de superficie GP82 de tripomastigotas metaciclicos de Trypanosoma cruzi

Título alternativo Study of genetic variability of the surface antigen GP82 of metacyclic trypomastigotes of Trypanosoma cruzi: identification of transcripts repertoire and the binding-site to the mammalian cell
Autor Correa, Paulo Roberto Ceridorio Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Para aumentar a probabilidade de invadir e adaptar-se ao hospedeiro, Trypanosoma cruzi desenvolveu um vasto repertorio de moleculas de superficie. Os tripomastigotas metaciclicos, formas encontradas no inseto vetor, expressam uma glicoproteina de superficie (GP82) estagio-especifica que esta envolvida na penetracao do parasita na celula de mamifero. A GP82 e uma adesina que induz mobilizacao do calcio intracelular na celula alvo e no parasita. A familia genica GP82 pertence a superfamilia das trans-sialidases (TS). No presente trabalho nos investigamos a divergencia e polimorfismo no repertorio de genes GP82 da cepa G e do clone CL Brener. A diversidade da proteina GP82 entre os isolados foi investigada por sequenciamento de clones genomicos e de cDNA e analise funcional de cDNAs pela inibicao da invasao de celulas de mamiferos por formas metaciclicas com proteinas GP82 recombinantes e reatividade com um anticorpo monoclonal (Mab 3F6) especifico para a GP82. Nos fizemos analises filogeneticas baseadas em alinhamento multiplo da sequencias GP82 com elevada similaridade com GP82 de referencia identificadas no GenBank por BlastP e BlastN. Nos identificamos 19 sequencias GP82 paralogas completas no clone CL Brener, um numero relativamente pequeno quando comparado com outros genes do grupo II da superfamilia TS (GP90, Tc85/GP85, ASP). Existem variacoes intra-cepa entre as sequencias GP82 indicando a existencia de varias copias por cepa. A variabilidade da GP82 entre cepas concorda com a subdivisao genetica de T. cruzi em linhagens. As proteinas GP82 apresentam homologia significativa entre as regioes carboxiterminal e dominio central com acentuada conservacao da distribuicao de cisteinas. A analise filogenetica baseada em sequencias completas e no alinhamento das regiao C-terminal e o alinhamento do dominio central da GP82 revelaram que sequencias GP82 derivadas de um dado isolado se agrupam entre si, sugerindo que os genes GP82 poderiam estar estruturados de maneira especie-especifica. Nos tambem investigamos a capacidade adaptativa da familia GP82 comparando a frequencia de substituicoes nucleotidicas nao sinonimas (alteracao de aminoacido) e sinonimas (conservacao de aminoacido). A comparacao da frequencia de substituicoes sinonimas (dS) e nao sinonimas (dN) nos genes GP82 indicou a ocorrencia de pressao seletiva. O dominio central da GP82 que contem os sitios de ligacao a celula hospedeira e a mucina gastrica esta sujeito a selecao negativa portanto ele estaria sob evolucao purificadora. Este resultado esta de acordo com um trabalho previo do nosso laboratorio que mostrou que a familia GP82 tem perfil robusto ou menos vulneravel a mutacoes ao nivel da proteina. Assim, um gene mais robusto (menos volatil) tende a codificar o mesmo aminoacido (ou aminoacido similar) quando afetado por mutacao. A analise filogenetica forneceu evidencia da ocorrencia de recombinacao genetica entre os genes GP82 dos haplotipos Esmeraldo e nao-Esmeraldo do clone CL Brener. A recombinacao foi detectada em doze loci genicos GP82 na forma de genotipos em mosaico derivados dos haplotipos Esmeraldo e nao-Esmeraldo. Nos desenvolvemos um sistema de expressao em Escherichia coli que pode ser usado para gerar pequenos peptideos recombinantes da GP82 que contem o epitopo do Mab 3F6 e os sitios de ligacao a celula de mamifero e a mucina gastrica. Este sistema sera util, reduzindo o tempo e esforco necessarios, para confirmar se os genes anotados como GP82 no genoma sao funcionalmente ativos
Palavra-chave Trypanosoma cruzi
Antígenos de Superfície
Glicoproteínas de Membrana
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 183 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 183 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22089

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta