Efeito da lidocaína por via venosa no alívio da dor e nas concentrações plasmáticas de serotonina, noradrenalina e dopamina em pacientes com fibromialgia

Efeito da lidocaína por via venosa no alívio da dor e nas concentrações plasmáticas de serotonina, noradrenalina e dopamina em pacientes com fibromialgia

Título alternativo Effect of intravenous lidocaine on pain and serum levels of serotonine, noradrenaline and dopamine in fibromyalgia patients
Autor Vlainich, Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Sakata, Rioko Kimiko Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução e Objetivos: A fibromialgia e complexa, com alteracoes centrais e perifericas, envolvendo neurotransmissores. O objetivo do estudo foi avaliar o efeito da lidocaina venosa associada a amitriptilina sobre a dor e niveis plasmaticos de serotonina, noradrenalina e dopamina, em paciente com fibromialgia. Metodos: Foi realizado estudo prospectivo, aleatorio, comparativo, e duplo encoberto. Todos os pacientes receberam amitriptilina na dose de 12,5 mg, na primeira semana e 25 mg, nas quatro semanas subsequentes. Os pacientes do G1 (n= 15) receberam 125 ml de solucao salina a 0,9%; os do G2 (n= 15) receberam 240 mg de lidocaina em 125 ml de solucao salina a 0,9%. As solucoes foram infundidas em 1 h, uma vez por semana, nas quatro semanas subsequentes (T1, T2, T3 e T4) ao inicio do estudo (T0). Foram colhidas amostras de sangue para as dosagens de serotonina, noradrenalina e dopamina, em T0 e T4. A avaliacao da intensidade da dor foi feita pela escala numerica de zero a 10, em T0, T1, T2, T3, e T4. Os efeitos adversos foram registrados. Resultados: Todos eram do sexo feminino em ambos os grupos e a media de idade foi de 44,7 ± 10,5 anos no G1 e 40,9 ± 11,6 anos no G2. Nao houve diferenca entre os grupos em nenhum dos tempos em relacao a intensidade da dor. A intensidade da dor diminuiu apos o tratamento no G1 (T0: 7,0 ± 1,2 e T4: 4 ± 2,1) e G2 (T0: 7,6 ± 0,8 e T4: 4,1 ± 2,3). Os valores plasmaticos de serotonina e noradrenalina foram semelhantes em ambos os grupos e entre o inicio e o final do tratamento. Foi observado aumento dos valores plasmaticos de dopamina entre o inicio e o final do tratamento no G1. Conclusoes: A associacao de 240 mg de lidocaina por via venosa (1 vez por semana) a 25 mg de amitriptilina durante 4 sem nao modificou a intensidade de dor e as concentracoes plasmaticas de serotonina, noradrenalina e dopamina em pacientes com fibromialgia
Assunto Humanos
Feminino
Fibromialgia
Lidocaína
Dor
Serotonina
Norepinefrina
Dopamina
Humans
Female
Fibromyalgia
Lidocaine
Pain
Serotonin
Norepinephrine
Dopamine
Idioma Português
Data 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 81 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 81 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22080

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)