Avaliação bioquímica e molecular dos receptores ativados por proteases (PARs) em modelos de privação de sono

Avaliação bioquímica e molecular dos receptores ativados por proteases (PARs) em modelos de privação de sono

Título alternativo Biochemistry and molecular evaluation of protease activated receptors (PARs) in sleep deprivation models
Autor Scanapieco, Sergio de Freitas Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Chagas, Jair Ribeiro Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Psicobiologia – São Paulo
Resumo A funcao do sono ainda nao foi completamente elucidada, porem se sabe que este tem papel homeostatico, e na sua privacao, ocorrem diversas alteracoes fisiologicas e patologicas, como no sistema imunologico e na reacao inflamatoria. A trombina e considerada como um agente pro-inflamatorio por ser capaz de estimular as celulas a liberar mediadores pro-inflamatorios. A familia dos Receptores Ativados por Proteases (PARs) e composta por quatro receptores acoplados a proteina G (GPCRs): PAR1, PAR2, PAR3 e PAR4, que sao ativados unicamente por proteases. O principal papel da ativacao dos PARs durante a progressao de doencas foi relatado em modelos animais de diferentes patologias gastrointestinais, neuroinflamatorias e processos neurodegenerativos. Os PARs estao diretamente envolvidos no funcionamento e desenvolvimento do cerebro. Suas expressoes sao diretamente moduladas por condicoes anormais, como doenca de Parkinson e Alzheimer, esclerose multipla e demencia associada ao HIV. Apesar do reconhecimento da privacao de sono como um importante problema de Saúde na sociedade moderna, nao existem estudos sobre o efeito da privacao de sono sob os receptores PARs. Objetivos: Analisar e quantificar a expressao genica dos PARs e a traducao proteica em regioes selecionadas do sistema nervoso central, em diferentes protocolos de privacao de sono. Metodos: Os animais foram separados em 6 grupos: 1) animais privados de sono paradoxal (PS) por 72h, usando o metodo das plataformas multiplas; 2) PS por 72h e rebote de sono por 24h; 3) animais restritos de sono paradoxal (RS) por 15 dias, permitindo sono de 3h por dia, tambem usando o metodo das plataformas multiplas; 4) RS de sono por 15 dias e rebote de sono por 24h; 5) animais privados de sono total pelo metodo de gentle handling (GH) por 8h; 6) grupo controle. Apos a privacao de sono, os animais tiveram o cortex, hipotalamo, hipocampo e estriado removidos e foram feitas as quantificacoes genicas e proteicas do PAR1, PAR2 e PAR4. Resultados: Foram encontradas alteracoes nas expressoes genicas dos receptores PARs nos tecidos estudados. No cortex, houve alteracao na expressao genica (+ ou- significa aumento ou reducao) no PAR1 (RS-, RRS-, PS-, RPS-) e PAR2 (RS-, RRS-, PS-, RPS-, GH+) mas nao em PAR4. No hipotalamo, foram encontradas alteracoes no PAR1 (RS+, PS+, RPS+) e PAR2 (GH-), nao sendo encontrada nenhuma alteracao no PAR4. Analisando o hipocampo, foram encontradas alteracoes no PAR1 (RS+, GH+), PAR2 (RS-, PS+, RPS+) e PAR4 (RS-, GH-). No estriado, houve alteracoes no PAR1 (RS-, RRS-), PAR2 (RPS+) e PAR4 (RRS+, PS+, RPS+). A quantificacao proteica mostrou alteracoes no PAR2 (PS-) e PAR4 (PS-, RPS) do estriado. No hipocampo, PAR2 (RRS+) e PAR4 (RRS+) mostraram alteracoes significantes. Encontramos alteracoes significantes no PAR1 (RS-, RRS-) no hipotalamo. Conclusao: Diferentes protocolos de privacao de sono podem alterar, de diferentes maneiras, a expressao genica e a traducao proteica dos PARs no sistema nervoso central. Um novo campo de pesquisa em Ciências do sono esta aberto e mais estudos sao necessarios para estabelecer a correlacao entre as alteracoes na expressao dos PARs e inflamacao, reacoes imunes e alteracoes neurais observadas em modelos de privacao de sono
Palavra-chave Animais
Receptores Ativados por Proteinase
Sono
Privação do Sono
Inflamação
Camundongos
Animais
Idioma Português
Financiador Associação Fundo de Incentivo à Psicofarmacologia (AFIP)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Data de publicação 2012
Publicado em SCANAPIECO, Sérgio de Freitas. Avaliação bioquímica e molecular dos Receptores Ativados por Proteases (PARs) em modelos de privação de sono. 2012. 103 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2012.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 103 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22076

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-13254.pdf
Tamanho: 1.596MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta