Relacao entre a expressao dos genes e proteinas SPARC, SPP1, FN1, ITGA5 e ITGAV da matriz extracelular com os parametros clinicos e histologicos de progressao e disseminacao tumoral no carcinoma colorretal

Relacao entre a expressao dos genes e proteinas SPARC, SPP1, FN1, ITGA5 e ITGAV da matriz extracelular com os parametros clinicos e histologicos de progressao e disseminacao tumoral no carcinoma colorretal

Título alternativo The relationship of expression of extracellular matrix genes and proteins SPARC, SPP1, FN1, ITGA5 and ITGAV with clinicopathological parameters of tumor progression and dissemination in colorectal carcinoma
Autor Viana, Luciano de Souza Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Avaliar a relacao entre as expressoes dos genes da matriz extracelular (MEC) SPARC, SPP1, FN1, ITGA5 e ITGAV com os parametros clinicos e histologicos de progressao e disseminacao neoplasica no carcinoma colorretal (CCR). Metodos: Estudo retrospectivo incluindo 114 doentes com CCR, com tumor primario operado no Hospital de Cancer de Barretos, São Paulo, Brasil, no periodo de agosto de 2006 a julho de 2009. Sessenta e tres doentes eram homens (55,3%), 51 eram mulheres (44,7%), a mediana da idade foi 60 anos (minimo de 24 e maximo de 83 anos). Vinte e cinco (21,9%) doentes apresentaram estadiamento TNM I, 39 (34,2%) TNM II, 34 (29,8%) TNM III e 16 (14,0%) TNM IV. As amostras tumorais analisadas foram do tumor primario. As expressoes dos genes foram realizadas por PCR quantitativo em tempo real (RT-PCR) e as expressoes proteicas dos marcadores da MEC (SPARC, SPP1, FN1, ITGA5 e ITGAV) e marcadores p53, bcl-2, Ki-67, EGFR e VEGF foram obtidas por imuno-histoquimica (IHC) por microsseries de tecidos (TMA). Os niveis de expressoes dos genes de interesse foram analisados comparativamente apos agrupamento dos doentes conforme covariaveis estudadas. A imunoexpressao foi atraves do oquick scoreo (Q) (Q = P x I), onde P representa a porcentagem de celulas coradas e I corresponde a intensidade dessa coloracao nas celulas positivas. As correlacoes das expressoes dos marcadores da MEC e epiteliais foram realizados pelo coeficiente Spearman (r). Resultados: O teste de RT-PCR evidenciou hiperexpressao do gene ITGAV nos tumores com invasao perineural quando comparados com tumores sem invasao perineural (p=0,028); hiperexpressao dos genes SPARC e ITGA5 nos tumores mucinosos quando comparados com tumores adenocarcinoma SOE (p=0,007; p=0,026, respectivamente); hiperexpressao do gene ITGA5 nos tumores com alto grau de diferenciacao celular (p=0,005); hipoexpressao dos genes SPP1 (p=0,04), FN1 (p=0,022) e ITGA5 (p=0,016) nos doentes com idade &#8805;60 anos, quando comparados com doentes com <60 anos. Os resultados das expressoes imuno-histoquimicas dos marcadores ITGA5 e ITGAV obtiveram concordancia com os resultados obtidos pela tecnica RT-PCR, exceto entre a expressao do marcador ITGA5 e o grau de diferenciacao celular no TMA. As imunoexpressoes dos marcadores SPARC, SPP1 e FN1 nao reproduziram aqueles obtidos no RT-PCR. O coeficiente Spearman demonstrou correlacao direta e forte entre ITGAV e EGFR (p<0,001); correlacao fraca e inversa entre SPARC e VEGF (p=0,036), correlacao fraca e inversa entre ITGA5 e Ki-67 (p=0,028) e ITGA5 e p53 (p=0,040). Conclusoes: A hiperexpressao do gene ITGAV correlacionou-se com maior risco de invasao perineural, sugerindo possivel papel do ITGAV como marcador de progressao e disseminacao do CCR. As expressoes dos genes SPARC, SPP1, FN1 e ITGA5 nao apresentaram relacao com os parametros estudados de progressao e disseminacao do CCR. A hiperexpressao genetica e proteica do marcador ITGA5 favoreceu o desenvolvimento do fenotipo adenocarcinoma mucinoso. A forte correlacao de expressao imuno-histoquimica observada entre os marcadores ITGAV e EGFR sugeri interacao entre essas duas vias de sinalizacao celular. O marcador SPARC teve possivel acao antiangiogenica e o marcador ITGA5 parece ter efeito antiproliferativo
Palavra-chave Humanos
Neoplasias Colorretais
Matriz Extracelular
Marcadores Biológicos de Tumor
Cocarcinogênese
Fibronectinas
Integrinas
Osteonectina
Osteopontina
Humanos
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 159 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 159 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22073

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta