Avaliacao do processo de psicoterapia psicanalitica por meio do metodo Rorschach

Avaliacao do processo de psicoterapia psicanalitica por meio do metodo Rorschach

Título alternativo Assessment of psychoanalitic psychotherapy process through the Rorschach comprehensive system
Autor Pereira, Roberta Barros Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Avaliar possiveis mudancas psiquicas decorrentes de psicoterapia psicanalitica de longa duracao de pessoas atendidas por profissionais em formacao em servico publico universitario. Metodo: Trata-se de estudo clinico-qualitativo na forma de teste e reteste com uma amostragem intencional estratificada. O instrumento de avaliacao psicologica foi o Rorschach Sistema Compreensivo aplicado no momento inicial e em acompanhamentos anuais de um e dois anos de psicoterapia. Resultados: Foram avaliados 129 participantes, a maioria mulheres (70%), com idade media de 38 anos, 50% de classe media-baixa, 50% solteiros, 15% divorciados, com media de 12 anos de escolaridade. No estudo estatistico das variaveis do Rorschach utilizou-se o criterio ocomplexidade do protocoloo, em que os de maior complexidade comportam maior numero de respostas e menor numero de respostas de Forma (R↑ F↓) e os de menor complexidade comportam menor numero de respostas e mais respostas de Forma (R↓ F↑). A comparacao entre T1 vs. T2 envolveu 86 protocolos, 44 de maior complexidade e 42 de menor complexidade; a comparacao entre T1 vs. T2 vs. T3 foram 36 protocolos divididos igualmente entre os grupos de maior e menor complexidade. As variaveis que apresentaram diferencas significativas na comparacao entre T1 vs. T2 foram R, es, EA-es, SumY, SumShd, FM+m, C+CF+Cn, P, An+Xy, AG, ativos, Formula de Impulsividade e DEPI positivo; e na comparacao entre T1 vs. T2 vs. T3 foram FM+m, FC, DQv. Apos um ano de psicoterapia, as pessoas do grupo de maior complexidade mostraram maior contencao de sua expansividade, diminuicao de pensamentos intrusivos geradores de estresse e ansiedade, diminuicao da expressao afetiva labil e de comportamentos competitivos e agressivos. As pessoas do grupo de menor complexidade passaram a se expressar mais e de forma mais assertiva, expondo mais suas fantasias e preocupacoes, manifestando reacoes emocionais de forma menos modulada, porem com a capacidade de controle dos impulsos preservada. Apos dois anos de psicoterapia observou-se que os pensamentos intrusivos diminuiram em ambos os grupos. As pessoas do grupo de maior complexidade aumentaram o numero de respostas emocionais menos moduladas e diminuiram a producao de respostas vagas. No grupo de menor complexidade ocorreu maior modulacao das respostas afetivas e aumento das respostas imprecisas. Conclusao: Foi possivel observar que a psicoterapia de orientacao psicanalitica realizada por profissionais em formacao promove mudancas psiquicas positivas significativas em pessoas com estilos distintos de personalidade estando as mudancas relacionadas a esses estilos
Palavra-chave Humanos
Teste de Rorschach
Terapia Psicanalítica
Resultado do Tratamento
Humanos
Idioma Português
Data de publicação 2011
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2011. 212 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 212 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22056

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta