Analise da metilacao global e metilacao dos genes DPYSL2, CNP, HSPA8 e HSPA9, e sua influencia na expressao genica em pacientes com Doenca de Alzheimer

Analise da metilacao global e metilacao dos genes DPYSL2, CNP, HSPA8 e HSPA9, e sua influencia na expressao genica em pacientes com Doenca de Alzheimer

Título alternativo Global methylation analysis and DPYSL2, CNP, HSPA8 and HSPA9 gene methylation, and their influences on gene expression of AlzheimerÆs Disease patients
Autor Silva, Patricia Natalia Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: Este estudo teve como objetivo avaliar a expressao e a regulacao epigenetica dos genes DPYSL2, CNP, HSPA8 e HSPA9 na Doenca de Alzheimer (DA) e quantificar a metilacao de sequencias LINE1 no tecido cerebral de pacientes e controles. Metodos: A quantificacao de RNAm foi realizada por meio de qRT-PCR e os padroes de metilacao foram determinados por espectrometria de massa e pirosequenciamento. Foram avaliadas tres regioes cerebrais post mortem (cortex entorrinal, cortex auditivo e hipocampo) de cerca de 10 pacientes com Doenca de Alzheimer e 10 idosos saudaveis, assim como sangue periferico de cerca de 20 jovens, 20 idosos saudaveis e 30 pacientes com DA. Resultados: No sangue periferico os genes DPYSL2, CNP foram mais expressos em individuos jovens e os genes HSPA8 e HSPA9 foram mais expressos em pacientes com DA, em relacao aos demais grupos. A expressao dos genes DPYSL2, CNP, HSPA8 e HSPA9 foi menor no cortex auditivo, no cortex entorrinal e no hipocampo de pacientes com DA do que em idosos controles, nao diferindo entre si no grupo de pacientes com DA e no grupo de idosos. Entre os tecidos sangue e cerebro de pacientes e de idosos controles, os genes DPYSL2 e CNP foram mais expressos em sangue, enquanto que as chaperonas HSPA8 e HSPA9 foram mais expressas no cerebro. Conclusoes: A maior expressao dos genes DPYSL2 e CNP em sangue periferico de jovens pode estar relacionada a uma maior proliferacao do sistema imunologico ou a atuacao desses genes em vias ainda nao conhecidas. Ja a expressao aumentada das chaperonas no sangue pode estar associada a uma resposta ao estresse oxidativo observado na doenca. As diferencas nos niveis de RNAm observadas entre o sangue e o cerebro de pacientes e de controles podem ser decorrentes de funcoes tecido-especificas. A diminuicao da expressao dos quatro genes no tecido cerebral de pacientes com DA em relacao aos idosos, pode indicar uma participacao destes genes na fisiopatologia da doenca, atuando na morte neuronal, na modulacao de sinais extracelulares e no acumulo de proteinas no cerebro. Os niveis aumentados de metilacao das sequencias LINE1 devem estar relacionados ao desenvolvimento da DA, porem, a metilacao dos promotores de genes candidatos nao parece ser o mecanismo responsavel pelo controle da expressao genica em pacientes e controles
Palavra-chave Humanos
Doença de Alzheimer
Metilação de DNA
Expressão Gênica
Cérebro
Sangue
Humanos
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 150} p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 150} p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22034

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta