Estudo da integracao de matriz de colageno na uretra utilizando tecnicas de engenharia de tecidos

Estudo da integracao de matriz de colageno na uretra utilizando tecnicas de engenharia de tecidos

Título alternativo Integration of collagen matrices in urethra using tissue engineering techniques
Autor Sayeg, Kleber Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Avaliar a integracao de matrizes heterologas descelularizadas na uretra, comparando quando estas matrizes nao sao semeadas com celulas a quando sao semeadas com celulas musculares lisas autologas. Metodos: Foram utilizados 18 coelhos albinos machos, da linhagem Nova Zelandia, provenientes do CEDEME, da Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina. Os animais foram aleatoriamente separados em dois grupos: grupo I (n=9) u animais submetidos a resseccao de um segmento uretral com interposicao de um segmento de matriz heterologa de colageno semeada com celulas musculares lisas autologas; grupo II (n=9) - animais submetidos a resseccao de um segmento uretral com interposicao de um segmento de matriz heterologa descelularizada de colageno. Ao final do terceiro mes um animal de cada grupo foi submetido a uretroscopia para avaliacao da integridade uretral, um animal de cada grupo foi submetido a captura da imagem da microcirculacao utilizando-se um aparelho SDF (Side-stream Dark ) acoplado a computador com programa para analise de imagem oMicroscan Analysis Softwareo. Um animal de cada grupo e em cada periodo de eutanasia foi submetido a uma cistouretrografia para visibilizar a uretra no momento do fluxo. A avaliacao da integracao das matrizes foi realizada atraves de exame histologico utilizando coloracao de hematoxilina e eosina e tricromico de Masson. Em estudo cego, um unico patologista classificou todas as laminas. Resultados: As matrizes, quando semeadas com celulas musculares autologas ou nao, foram capazes de restabelecer a arquitetura da uretra, sendo, no entanto, eliminadas a partir da primeira semana, sem serem incorporadas. A microcirculacao da neouretra, ao final do terceiro mes, apresentou as mesmas caracteristicas de uma uretra normal nos animais dos dois grupos. Conclusao: Matrizes naturais heterologas implantadas na uretra nao foram incorporadas as suas paredes, porem foram capazes de restabelecer a completa arquitetura celular do orgao, independentemente de serem ou nao semeadas com celulas musculares autologas
Palavra-chave Animais
Uretra/cirurgia
Engenharia Tecidual
Microcirculação
Colágeno
Coelhos
Animais
Idioma Português
Data de publicação 2011
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2011. 62 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 62 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22032

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta