Retinite por citomegalovírus em pacientes pediátricos infectados pelo vírus da imunodeficiência humana em tratamento com highly active antiretrovirus therapy

Retinite por citomegalovírus em pacientes pediátricos infectados pelo vírus da imunodeficiência humana em tratamento com highly active antiretrovirus therapy

Título alternativo Cytomegalovirus retinitis in pediatric patients with AIDS receiving highly active antiretrovirus therapy
Autor Dimantas, Maria Angélica Autor UNIFESP Google Scholar
Finamor, Luciana Peixoto Autor UNIFESP Google Scholar
Ewert, Vânia Autor UNIFESP Google Scholar
Nakanami, Célia Autor UNIFESP Google Scholar
Muccioli, Cristina Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo BACKGROUND: To describe three cases of cytomegalovirus retinitis occurring in HIV-infected children taking protease inhibitors combined with transcriptase inhibitors (HAART). METHODS: Three cases of HIV-infected children taking highly active antiretrovirus therapy (HAART) underwent an ocular examination at a university referral center - UNIFESP. RESULTS: The average age was 6 years (10 months to 13 years old), and all of them were C3 (CDC - Atlanta - EUA 1994). Median CD4 cell count and plasma HIV RNA were 67 cells/mm³ (43 - 98 cells/ mm³) and 190.000 copies/ml (53.600 - 460.000 copies/ml). The three patients presented HAART failure and all of them were treated with anti-CMV agents without success. CONCLUSION: The unprecedented benefits resulting from highly active antiretroviral therapy (HAART) have been well described. However, treatment failure has become increasingly complex, because of the aggressive forms of opportunistic diseases like CMV retinitis, despite anti-CMV agents. Prompt diagnosis and treatment are essential to minimize the risk of long-term loss of vision for these infected children.

OBJETIVO: Descrever uma série de casos de retinite pelo citomegalovírus (CMV), na população pediátrica infectada pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV), em tratamento com inibidores de protease e inibidores da transcriptase reversa (HAART), que apresentaram falência terapêutica e ausência de resposta aos antivirais utilizados no tratamento do CMV. MÉTODOS: Três pacientes pediátricos portadores da síndrome da imunodeficiência humana (AIDS), em tratamento com HAART, foram submetidos a exame oftalmológico em um centro universitário de referência - UNIFESP. RESULTADOS: Os três pacientes do sexo masculino apresentavam média de idade de seis anos (variando entre 10 meses e 13 anos) e todos pertenciam à classificação C3 (CDC - Atlanta - EUA 1994). A média obtida entre a contagem de linfócitos CD4+ dos três casos foi de 67 cel/mm³ (variando entre 43 - 98 cel/mm³); e a média da carga viral foi de 190.000 cópias/ml (variando entre 53.600 - 460.000 cópias/ml). Os três pacientes desenvolveram resistência ao uso dos antiretrovirais análogos de nucleosídeos inibidores da transcriptase reversa e aos inibidores de protease (HAART), e em todos os casos foram utilizados antivirais específicos para o tratamento da retinite pelo CMV sem sucesso. CONCLUSÕES: Os benefícios obtidos desde a introdução da era HAART são, sem dúvida, sem precedentes dentro do quadro evolutivo da AIDS. O início da falência terapêutica observado com relação às drogas do HAART tem colaborado de maneira decisiva para o surgimento de casos de retinite pelo CMV tão agressivos quanto os observados na era pré-HAART. O exame de rotina para pacientes pediátricos torna-se fundamental, tanto pela escassez de estudos realizados neste grupo específico, quanto pela importância de seu prognóstico visual.
Palavra-chave AIDS
Child
HAART
Treatment failure
CMV retinitis
Case report
AIDS
Criança
HAART
Retinite por citomegalovírus
Relato de caso
Idioma Português
Data de publicação 2004-09-01
Publicado em Revista da Associação Médica Brasileira. Associação Médica Brasileira, v. 50, n. 3, p. 320-323, 2004.
ISSN 0104-4230 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Médica Brasileira
Extensão 320-323
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302004000300042
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0104-42302004000300042 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2203

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0104-42302004000300042.pdf
Tamanho: 359.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta