Apneia obstrutiva do sono na ausência de síndrome metabólica: Velocidade de onda de pulso, fatores inflamatórios e de estresse oxidativo

Apneia obstrutiva do sono na ausência de síndrome metabólica: Velocidade de onda de pulso, fatores inflamatórios e de estresse oxidativo

Título alternativo Obstructive sleep apnea in the absence of metabolic syndrome: pulse wave velocity, inflammatory and oxidative stress factors
Autor Olenscki, Daniela Kuguimoto Andaku Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Togeiro, Sonia Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Psicobiologia – São Paulo
Resumo A Apneia Obstrutiva do Sono (AOS) esta comumente associada a fatores que aumentam o risco cardiovascular, incluindo a Sindrome Metabolica (SM). No entanto, na ausencia da SM, o efeito da AOS sobre os mecanismos implicados nas doencas cardiovasculares foram pouco estudados. Objetivos: Analisar os efeitos da AOS, na ausencia de SM, em marcadores inflamatorios, de estresse oxidativo e vasculares; alem de verificar a influencia da sonolencia excessiva diurna (SED) sobre os mesmos parametros. Casuistica e Metodos: Trinta e quatro individuos do genero masculino foram distribuidos em grupo Controle (n = 10) (43 ± 10,56 anos, circunferencia da cintura 89,1 ± 8,78 cm, indice de apneias e hipopneias [IAH] 2,71 ± 1,48/hora) e grupo AOS (n = 24) (43,92 ± 9,9 anos, circunferencia da cintura 96,88 ± 6,61 cm, IAH 34,08 ± 22,83/hora). Individuos com indice de massa corporea > 30 kg/m2, com mais de 60 anos, portadores de doenca pulmonar obstrutiva cronica, doenca cardiaca, diabete melito, dislipidemia grave ou SM foram excluidos do estudo. Em seguida, considerando a SED, o grupo AOS foi subdividido em AOS sem SED (n = 11) e AOS com SED (n = 13) e comparado com o grupo Controle. Foram avaliadas as concentracoes de proteina C-reativa ultra sensivel (PC-r US), homocisteina (Hcy), cisteina (Cys), atividade da paraoxonase-1 (PON-1sal), atividade arilesterase da paraoxonase-1 (PON-1ari), atividade da enzima conversora de angiotensina (ECA) e a velocidade de onda de pulso (VOP) carotida-radial. Resultados: Apos ajuste para circunferencia da cintura, homeostasis model assessment index (HOMA-IR) e triglicerides, nao houve diferenca significante na comparacao entre os grupos Controle e AOS nas concentracoes de PC-r US (0,12 ± 0,86 vs 0,30 ± 0,51 mg/dL), nas atividades da PON-1sal (204,81 ± 43,87 vs 222,82 ± 26,16 U/mL), PON-1ari (77,02 ± 9,81 vs 86,97 ± 5,85 U/mL), ECA (49,74 ± 9,19 vs 55,74 ± 5,22 UAF/mg/min) e na VOP (11,75 ± 0,52 vs 11,59 ± 0,31 m/s). As concentracoes de Hcy foram significativamente inferiores no grupo AOS (14,84 ± 1,27 vs 9,91 ± 0,75 &#956;mol/L; p < 0,005), assim como as de Cys (590,67 ± 29,94 vs 504,05 ± 17,86 &#956;mol/L; p < 0,05), apesar de as medias de ambos os grupos se encontrarem dentro dos valores de referencia. A SED implicou em maiores concentracoes de PC-r US no subgrupo AOS com SED em comparacao com o AOS sem SED e Controle (0,4 ± 0,67; 0,20 ± 0,67; 0,10 ± 0,81 mg/dL, respectivamente, p < 0,05 para todas as analises). Conclusao: De acordo com os resultados dos marcadores estudados, na ausencia de SM, a AOS nao causou prejuizo vascular e nas medidas de estresse oxidativo, entretanto, maior resposta inflamatoria foi observada quando o sintoma de sonolencia diurna esteve presente
Palavra-chave Humanos
Masculino
Apneia do Sono Tipo Obstrutiva
Síndrome X Metabólica
Inflamação
Estresse Oxidativo
Endotélio Vascular
Humanos
Masculino
Idioma Português
Financiador Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)/Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID)
Data de publicação 2012
Publicado em OLENSCKI,Daniela Kuguimoto Andaku. Apnéia Obstrutiva do Sono na ausência de Síndrome Metabólica: Velocidade de onda de pulso, fatores inflamatórios e de estresse oxidativo. 2012.. 98 f. Tese (Doutorado) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2012.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 98 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22022

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-13206.pdf
Tamanho: 1.730MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta