Aspectos morfológicos da junção escamo-colunar de ratas em estro permanente e tratadas com associação de estrogênio e glicocorticóide

Aspectos morfológicos da junção escamo-colunar de ratas em estro permanente e tratadas com associação de estrogênio e glicocorticóide

Título alternativo Morphological aspects of the squamocolumnar junction of rats in permanent estrus treated with an association of estrogen and glucocorticoid
Autor Cruz, Flávia Cilene Maciel Da Autor UNIFESP Google Scholar
Soares Júnior, José Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Mosquette, Rejane Autor UNIFESP Google Scholar
Baracat, Edmund Chada Autor UNIFESP Google Scholar
Simões, Manuel de Jesus Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: to evaluate the effects of estradiol benzoate associated with dexamethasone on the squamocolumnar junction (SCJ) of rats in permanent estrus (PE) and then ovariectomized (Ovx). METHODS: thirty female rats were divided into six groups of five animals each: PhEG rats in physiological estrus (PhE) treated with propylene glycol (vehicle); OVXG rats in PhE, Ovx and treated with vehicle; PEG - rats in PE treated with vehicle; PEOVXG rats in PE, Ovx and treated with vehicle; ESTRG rats in PE, Ovx and treated with 10 mg per day benzoate of estradiol, and DEXAG in PE, Ovx and treated with 10 mg per day estradiol benzoate associated with 0.8 mg dexamethasone. PE induction was performed with 1.25 mg testosterone propionate per animal per day after birth. After 90 days, rats in the OVXG, EPOVXG, ESTRG, and DEXAG groups were ovariectomized. After 21 days of castration, all animals received the corresponding treatment for five days. At the end of the experiment, all animals were sacrificed and the uteri removed for histological routine. RESULTS: the borders of the SCJ in the PEG were irregular and not clearly delineated, with many buds towards the direction of the lamina propria as well as a reduction in the leukocyte number compared to the PhEG. The SCJ of the OVXG and PEOVXG was not very visible, with cubical epithelium on the endometrial side and with reduction in the layers of squamous epithelium due to stromal atrophy. The SCJ in the ESTRG was more developed than in the OVXG and PEOVXG, but it was similar to that of the PEG, having unclear borders. In contrast, the SCJ of the DEXAG was well-delineated and similar to the PhEG. CONCLUSION: our data suggest that estrogen associated with dexamethasone may be important for remodeling SCJ morphology in female rats with previously induced permanent estrus and subsequent ovariectomy.

OBJETIVO: avaliar o efeito da associação de dexametasona com estrogênio sobre a junção escamo-colunar (JEC) de ratas em estro permanente e ovariectomizadas (Ovx). MÉTODOS: trinta ratas foram divididas em seis grupos com cinco animais cada: GEF em estro fisiológico, tendo recebido propilenoglicol (veículo); GOVX em estro fisiológico com ovariectomia e tratadas com o veículo; GEP em estro permanente (EP); GEPOVX em EP, Ovx e tratadas com veículo; GESTR - em EP, Ovx e tratadas com 10 mg/dia de benzoato de estradiol e GDEXAR em EP, Ovx e tratadas com 10 mg/dia de benzoato de estradiol e 0,8 mg/dia de dexametasona. O EP foi induzido com 1,25 mg/animal de propionato de testosterona logo após o nascimento. Após 90 dias, as ratas foram ovariectomizadas nos grupos GOVX, GEPOVX, GESTR e GDEXAR. Após 21 dias de castração, os animais foram tratados por cinco dias consecutivos. No final do experimento, todos os animais foram sacrificados e o útero removido para rotina histológica. RESULTADOS: a JEC do GEP tinha limites irregulares e pouco nítidos, com vários brotamentos em direção da lâmina própria, bem como redução do número de leucócitos comparado a GEF. A JEC do GOVX e do GEPOVX se mostrou pouco nítida, com epitélio cúbico na parte endometrial e diminuição das camadas do epitélio escamoso, com atrofia estromal. No GESTR, a JEC apresentou-se bem mais desenvolvida que nos grupos GOVX e GEPOVX, mas assemelhando-se mais ao GEP devido aos limites pouco nítidos e aumento dos brotamentos. Já no GDEXAR, a JEC foi bem delimitada, se aproximando do aspecto do GEF. CONCLUSÃO: nossos dados sugerem que a dexametasona associada ao estrogênio seria importante na restauração da morfologia normal da JEC em ratas que foram previamente induzidas a estro permanente e subseqüentemente submetidas a castração.
Palavra-chave Cervical histology
Squamocolumnar junction
Estrogen
Histologia cervical
Junção escamo-colunar
Estrogênio
Idioma Português
Data de publicação 2004-09-01
Publicado em Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia. Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia, v. 26, n. 8, p. 595-602, 2004.
ISSN 0100-7203 (Sherpa/Romeo)
Publicador Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Extensão 595-602
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-72032004000800002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-72032004000800002 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2201

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-72032004000800002.pdf
Tamanho: 187.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta