Regulacao dos niveis celulares da desiodase tipo 2 (D2) de iodotironinas pela E3 ligase TEB4 e por estresse do reticulo endoplasmatico

Regulacao dos niveis celulares da desiodase tipo 2 (D2) de iodotironinas pela E3 ligase TEB4 e por estresse do reticulo endoplasmatico

Título alternativo Regulation of cellular levels of deiodinase type 2 (D2) of iodothyronines by the E3 ligase TEB4 reticulum stress and reticulum
Autor Arrojo e Drigo, Rafael Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A acao do T3 e critica para o desenvolvimento e metabolismo adequado de todos os vertebrados 1. O principal produto secretado pela glandula da tireoide, o pro-hormonio tiroxina (T4), possui baixa atividade biologica e precisa ser convertido para T3 (3,5,3Æ-triiodotironina) para poder exercer sua funcao biologica. Essa via de ativacao e catalisada por duas enzimas, a isoforma do tipo 1 (D1) quanto do tipo 2 (D2), que fazem parte do grupo das enzimas chamadas desiodases de iodotironinas. O grupo tambem inclui a desiodase do tipo 3 (D3), capaz de desativar tanto T4 quanto T3 (Figura 1) 2. As moleculas de T3 atuam como ligantes de dois tipos de receptores nucleares de hormonio tireoidiano (TRs), TRα e β. Os receptores catalisam os efeitos biologicos do T3 atraves do controle transcriscional de diversos genes responsivos ao T3 e sao encontrados em 4 isoformas diferentes: TRβ-1 e -2, TRα-1 e -2; sendo que essa ultima isoforma nao interage com a molecula de T3 e age como elemento regulatorio da funcao dos outros receptores de T3 1. O paradigma atual da acao do hormonio tireoidiano reconhece que a D2 e a D3 possuem papeis antagonistas em diversos processos fisiologicos, enquanto a D2 amplifica, a D3 silencia a sinalizacao do T3 independentemente dos niveis sericos de T4 e T3. Logo, em um determinado periodo de tempo, a sinalizacao do T3 em qualquer tecido ou ambiente intracelular pode ser amplificada ou silenciada de acordo com a expressao local das desiodases A clonagem das tres isoformas das desiodases identificou a presenca do raro aminoacido selenocisteina (Sec) no centro catalitico dessas enzimas, fazendo com que as desiodases fossem classificadas na super familia das selenoproteinas 4. Como caracteristica unica das selenoproteinas, o mecanismo de traducao e sintese das desiodases envolve a reprogramacao do codon UGA, normalmente lido como um codon de parada da sintese proteica, para o codon do aminoacido selenocisteina 5
Palavra-chave Retículo Endoplasmático
Hormônios Tireóideos
Ligases
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 94 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 94 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22009

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta